Google

Translate my page Google

30 de dez de 2014

Video - Aliens do passado - Conexão Anunnaki


Gente, tive que postar esse video. 
Está em Italiano e não achei em nossa língua ou legendado. Se você souber de um igual, me manda. As imagens são maravilhosas, vale a pena assistir. 

laura botelho
O Victor Correas já achou um legendado e nos mandou!


Alienígenas do Passado -  Episódio 03 - A... por

from on Vimeo.

27 de dez de 2014

Video - Uma aldeia que dorme profundamente



Sleepy Hollow - assim foi batizado o evento bizarro recentemente ocorrido numa pequena aldeia no Cazaquistão que sucumbiu a um sintoma misterioso - seus moradores caem num sono profundo sem motivo aparente. 

O sono incontrolável começa sem aviso e os afetados nunca sabem se eles vão acordar novamente, pois a sono pode levar de 2 até 6 dias. Médicos e cientistas não conseguem resolver o enigma, as causas e as consequências desse sintoma permanecem desconhecidas. Quase 7.000 experimentos foram realizados para detectar o que poderia originar esse sono profundo, mas nada ainda.


Esses sono profundo na aldeia Kalachi do Cazaquistão foi registrado pela primeira vez em Março de 2013. As pessoas literalmente adormeciam em movimento: no trabalho, na escola, e não era possível despertá-los, senão por alguns dias. Dizem que a sensação era como se alguém os “desligasse” da tomada.

Depois de acordar, as pessoas ainda sonolentas, apresentam perda de memória e fadiga, e alguns até têm alucinações. Alguns passaram pelo mesmo evento várias vezes. Mais de 60 pessoas foram afetadas desde o seu surgimento.

Os médicos descartaram a possibilidade de vírus e água contaminada infecções bacterianas como a meningite como possível causa. Os sintomas não correspondem a envenenamento por radiação. Tudo dentro do normal. Os cientistas também têm sido incapazes de encontrar quaisquer produtos químicos no solo, no ar ou na água que possam estar causando o sono.

Kair Abdurakhmanov, um médico sênior do Hospital da Criança Regional, disse:

"Todas as crianças fizeram tomografia computadorizada. Há um edema cerebral difuso, mas não há nenhuma deterioração em termos de sintomas neurológicos.”

Alguns têm rejeitado a condição como narcolepsia ou síndrome da fadiga crônica, como o professor Jim Horne, especialista em sono do Centro de Pesquisa do Sono da Universidade de Loughborough, que acha que isso é improvável.

"Não é provável que seja narcolepsia, pois os sintomas afetam as pessoas por períodos muito curtos de tempo, não dias a fio.”

Igor Samusenko, outro residente local cujo filho teve o sintoma disse:
"Ele corria ao redor e então de repente ficou inerte. Quando ele virou a cabeça, os olhos permaneceram fixos como se não nos visse. Se você tentasse acordá-lo, parecia que ele queria abrir os olhos, mas não podia

Alguns culpam fantasmas, outros as minas de urânio fechadas localizadas nas proximidades. No entanto, nenhum mineiro que trabalhavam na mina lá embaixo foi afetado. Fala-se também em projetos secretos de governo.

"Nós não podemos nos livrar do problema, porque as causas ainda não foram estabelecidas. Eu decidi que as pessoas [da aldeia] serão realocados", disse o chefe da região, Kulagin. A reinstalação de toda a população de Kalachi vai custar cerca de 2 bilhões KZT (182,05 KZT = $ 1). O dinheiro será alocado aproximadamente no segundo semestre de 2015.

Cerca de 70% dos moradores da vila voluntariamente concordaram em deixar a aldeia. Vivem 223 famílias em Kalachi, incluindo 106 famílias com crianças. Os surtos do sono geralmente caem na primavera e no outono. 

Eu disse que “coisas” bizarras iriam surgir daqui pra frente. Talvez nesse momento não tenhamos “explicações” racionais para esses eventos, mas saberemos em breve e uniremos pontos lá na frente...

Eu tenho uma suspeita metafísica para isso, mas acho que ninguém irá acreditar. 
Não agora...

laura botelho



26 de dez de 2014

Havia naqueles dias Gigantes no Brasil...


Havia naqueles dias gigantes na terra”.
Gênesis 6:4

Gilgamesh
Antigas “lendas” falam de uma revolta dos gigantes contra então o senhor da Terra, ou seja, Zeus (ENLIL pros íntimos). Essa história todo mundo já sabe, mas em resumo; ENLIL mandou matar com um Dilúvio todas as “aberrações” criadas pelo irmão ENKI (deus pai). Os poucos seres fora do “normal” que sobraram foram extintos pelos humanos em guerras de Titãs! Pesquise, você vai juntar os caquinhos.

Gigantes comendo Hobbits, ninguém agüenta...

Recentemente a descoberta mais surpreendente na Romênia foi numa aldeia chamada Scaieni Buzau, uma enorme necrópole de gigantes em Argedava - Popesti-Novaci por moradores locais, em 1985.

De lá pra cá os esqueletos de 80 gigantescas criaturas com aproximadamente 5 metros de altura foram rapidamente “deletadas do mapa”, viraram pó. A Necrópole foi mencionada pela primeira vez em 2003 no Congresso III Dacology pelo professor de história e filosofia, Bardan George Raine, e pesquisador Gheorghe Serban

Os vídeos dessa descoberta só puderam ser acessíveis no congresso. Esses esqueletos gigantes foram descobertos em várias etapas de escavação e só concluídas em 1994.

Esqueletos gigantes também foram encontrados na rede de cavernas no Colorado no Vale da Morte (Califórnia). Um complexo de 32 cavernas que se estendem por uma área de quase 300km onde esqueletos de aparência humana com altura de 2,50 metros trajavam roupas de couro estranhas.

Esses sítios arqueológicos tanto na Romênia como no deserto do Colorado, estão envoltas em um mistério secreto que dura pelo menos 60 anos pela “ciência” mundial. Todos sabem que eles existem, bem como os aliens e outros bichos, mas a humanidade deve permanecer incrédula, orientada e levada a crer que são apenas mitos, lendas urbanas.

A 6km de Safita, Siria, arqueólogos encontraram cunhas pesando 3,8 kg. São igualmente respeitáveis as cunha encontradas em Ain Fritissa, no leste marroquino, medindo 32 cm de comprimento, 22 cm de largura e pesando 4,2 kg cada. Calculou-se que as pessoas que manipularam aquelas cunhas deviam ter tido a altura de 4 metros, no mínimo.

Nicolae Densuşianu identifica alguns Dolmens formando "uma necrópole pré-histórica", bem como "O Obelisco Polovragi" - considerado um dos monumentos pré-históricos dos Dacian

Tiberiu Alexandrescu, etnólogo e folclorista, diz que a “lenda do Minotauro” é verdade, mas a realidade foi distorcida.

No leito do Rio Paluxy, perto do Glen Rose, Texas EUA, foram descobertas impressões distintas e perfeitamente conservadas de patas de dinossauros. Na mesma camada geológica, bem ao lado da impressão deixada pela pata do dinossauro, havia outra, proveniente de um pé humano. Sem dúvida aquele ser humano tivera contato com um dinossauro vivo, isso, se não foi ele mesmo que os comeu...

Acontece que o Dr. C.N. Dougherty comprovou, de maneira incontestável que, no “vale dos gigantes”, no Texas, há centenas de vestígios de patas de dinossauros das mais variadas espécies, ao lado e entre esses vestígios sempre aparecem as marcas de pés humanos gigantes.

Weidenreich e o Prf. Denis Saurat, ambos publicaram em suas obras os resultados de suas pesquisas sobre a existência, outrora, de gigantes.  Com base em tais documentos, o Dr. Louis Burkhalter, ex-delegado francês da Sociedade de Pré-História, escreveu, em 1950, na Revue du Mesée de Beyrouth:

Queremos deixar claro que a existência de seres humanos gigantescos, na época acheuliana* deve ser considerada como um fato cientificamente garantido”.

Gigantes no Brasil
Santana - Paraíba - Brasil
Vale dos Dinossauros é uma unidade de conservação no Estado brasileiro da Paraíba, criada em 27 de dezembro de 2002 pelo Decreto Estadual N.º 23.832.

Um dos mais importantes sítios paleontológicos existentes, onde se registra a maior incidência de pegadas de dinossauros no mundo.

Este sítio compreende uma área de mais 1.730 km², abrangendo aproximadamente 30 localidades no alto sertão da Paraíba entre elas os municípios de Sousa, Aparecida, Marizópolis, Vieirópolis, São Francisco, São José da Lagoa Tapada, Santa Cruz, Triunfo, Uiraúna,Cajazeiras, Santa Helena, Nazarezinho.

Os achados mais importantes estão na Bacia do Rio do Peixe, município de Sousa, a 420 km de João Pessoa. Lá, encontram-se rastros e trilhas fossilizadas de mais de 80 espécies em cerca de 20 níveis estratigráficos. Destacam-se as trilhas das localidades da Passagem das Pedras, onde foram descobertas os primeiros indícios de dinossauros brasileiros, no fim do século XIX.

Em toda a região, encontram-se rastros fossilizados cujo tamanho varia de 5 cm (de um dinossauro do tamanho de uma galinha), até 40 cm, como as pegadas de iguanodonte de 4 toneladas, 5 metros de comprimentos e 3 metros de altura. A maioria das pegadas é de dinossauros carnívoros.
Cabaceiras - Paraíba - Brasil 

Nos idos de 1880, o Rev. Nathaniel Wardell, Srs. Orin Wardell (de Toronto), e Daniel Fredenburg, estavam cavando na fazenda deste último citado, que fica às margens do rio Grande, no município de Cayuga, distrito de Niagara (USA)

Quando chegaram cinco ou seis metros abaixo da superfície, encontraram empilhados em camadas, umas por cima da outra, cerca de 200 esqueletos de seres humanos quase perfeitos medindo mais de 2,70m altura.

Em 1822, ao escavar uma adega na fazenda do general McKean, golpearam com um pé de cabra algo com um som oco. Ao retirar a tampa encontraram um sepulcro. O sarcófago media 9m de comprimento. Nele foi encontrado um esqueleto de 8m e dois centímetros de comprimento. Haviam 10 dessas sepulturas dentro do espaço da adega.

Fonte:. BRADFORD REPORTER, Towanda, Pennsylvania 14 de agosto de 1884 - artigo sobre Burlington Township. Esta informação foi fornecida por: J. Kelsey Jones Bradford County Historical Society presidente eleito

Foram apenas 3 fragmentos de ossos - um úmero , tíbia , fêmur e mid-eixo - descobertos pelo antropólogo  Georges Vacher de Lapouge num sedimento utilizado para cobrir um túmulo em Castelnau-le-Lez , França, no inverno de 1890. De acordo com de Lapouge, os ossos fósseis podem pertencer a um dos maiores seres humanos já encontrados (até agora). O tamanho estimado do tal ser, a partir dos fragmentos dos ossos, seria de alguém com 3,50m de altura. 


Os ossos do gigante Castelnau foram estudados na Universidade de Montpellier e examinado por M. Sabatier, professor de Zoologia, na Universidade de Montpellier, e M. Delage, professor de paleontologia da Universidade de Montpellier, além de outros anatomistas. 

Esses resultados foram publicados no jornal La Nature, vol. 18 de 1890 Issue 888 - mas nem eu, nem você ficamos sabendo disso, pois não interessa saber que homens de mais de 3, 5 metros andavam por aí comendo gente e construindo catedrais, monumentos, empilhando pedras megalíticas e piramides.

Dentro de uma tumba na Índia foi encontrada uma placa de pedra, escrita em sânscrito que depois foi traduzida pelos pesquisadores como:

Megalítico Indonésia
Nos tempos antigos gigantes que viviam ali eram chamados Rakshasas. Desafiaram ordens divinas e foram eliminados por isso

Rakshasas na mitologia indiana são criaturas demoníacas que consomem a carne dos seres humanos

Bases gigantes, artefatos estranhos, pertencentes a uma civilização desconhecida, símbolos místicos, apreendidos pelo mundo científico tudo continuará envolto em “misticismo” para que o povo não desperte e comece a fazer perguntas que não podem ser respondidas...

Espero que você realmente acorde no próximo ciclo, pois desvendar seu passado será como abrir uma nova dimensão para seu futuro. Um portal tão significante que lhe dará forças e determinação para enfrentar seus medos, seus pânicos e sua ignorância sobre o que você faz por aqui!!

laura botelho





Gigantes filmados ao acaso 




Analise de imagens do video acima - Fake ou realidade? 



Não dá pra entender pinico a língua que eles falam nessa reportagem, mas veja as imagens que eles apontam!



20 de dez de 2014

Video - Novas informações sobre ETs de Varginha.


Esse vídeo que posto abaixo é recente e muito importante. Os entrevistados nos dão fatos e fotos de eventos que sempre ouvimos falar, mas tudo no âmbito "mitológico", de lendas urbanas.

Eu não sei quanto tempo "eles" conseguirão ocultar tantas evidencias, ainda mais quando BLOGs como o meu expõem tudo que "eles" não querem que a gente saiba. 

Esse meu BLOG tem uma "média" de 5 mil acessos DIAAinda é pouco visitado ou identificado como um espaço a ser pesquisado, mas percebo que o numero de visitantes e seguidores mundiais aumenta exponencialmente, o que significa que mais e mais pessoas estão "despertando" para muita coisa e estão pesquisando!

Você, assim como eu, que cre nessa "conspiração" de ocultação sobre "nossa realidade" deve ter passado por situações de ridículo e muito deboche, mas tanto você como eu somos duros na queda e temos personalidades com características diferentes dos demais que se conformam com qualquer "resposta" sem uma boa "auditoria". 

Não me venha justificar abobrinhas pseudocientíficas como forma de banalizar meu trabalho. A própria NAZI, digo NASA, me impede de entrar em suas páginas, sou "persona non grata" em seus arquivos. Já baixei tanta coisa que eles não gostaram das minhas visitas. Fazer o que? 

O fato é que estamos chegando perto demais daquilo que "eles" passaram milênios ocultando através de textos e eventos fictícios. A história da humanidade precisa e deve ser re-escrita. Ela é falsa e contém material construído para enganar a todo aquele que fizer a ESCOLHA de permanecer "alienado" e não quebrar esse "encanto". 

As festividades de um novo ciclo já estão próximas, mas com datas e horários totalmente modificados. Fique atento, pois as mudanças serão radicais o que não lhe dará muito tempo pra pensar no que fazer ou no que pensar... 

Para os que zombaram e não acreditaram no que eu expus... 
abraço e PT saudações.

laura botelho

PORTALBURN




19 de dez de 2014

Video - Ser translucido é captado por filmagem de celular


“O universo visível é um teatro de partículas carregadas. Uma dança de elétrons e prótons mantém unida. Vemos seus ritmos e geometrias em detalhes microscópicos, assim como a sua música toca por todo o cosmos: átomos e moléculas unidos pela força elétrica, estrelas e galáxias organizadas e energizadas pela mesma força, e no nosso pequeno planeta Terra, os organismos vivos animados pela eletricidade da vida. Não existe espaço vazio. Tudo o que vemos agora é ligado pela dança universal de partículas carregadas.”
David Talbott , o Projeto Thunderbolts

Vídeo abaixo: Em 10 de Novembro de 2014 durante uma partida infantil de Beisebol em um parque em Ciudade Juárez, Chihuahua, México, inexplicavelmente captou-se a presença de um ser que não era visível a olho nu, no local onde todos estavam, mas, de maneira impressionante, foi perfeitamente registrado através de uma câmera de celular de baixa resolução.

Isso acontece por que Luz UV não pode ser vista pelo olho humano - nossos olhos não podem captar certas ondas de luz e frequência por segundo, mas uma câmera pode.
 
Podemos dar muitas versões sobre esse fenômeno, mas não podemos deixar de constatar que ele foi investigado por peritos.

Há muitos eventos ocorrendo a todo momento dos quais não temos compreensão, ainda. Nos falta base cientifica - pesquisa, analise e comprovação. Isso por que o grupo dominante desse planeta não nos quer "inteirado do assunto". 

Quanto mais ignorantes, mais fácil de nos manejar.
Mas daremos trabalho a eles. Não será fácil para os "antenados", "despertos" e "informados".
Vamos atrapalhar sua AGENDA!!!! 

Boa indicação de vídeo por Sandro Gallinari



18 de dez de 2014

Video - Os melhores UFOs da NAZI, digo, NASA


São só 10 minutinhos de uma copilação das melhores imagens registradas de "coisas" sem explicação, pois nem a NAZI, digo, NASA, quer nos dizer o que é. 

Os "experts de plantão" vão dar soluções para todas os eventos, mas fazer o que? Eles comemoram o nascimento (Natal) de alguém que não existe há 2 mil anos... 

Seria um Paradoxo? Dissonância cognitiva ou percepção seletiva? 
Essa eu deixo pra você pensar, apenas assistindo a essas imagens e fatos que rolam na internet há anos, mas você só vai saber sobre elas aqui. 

Vale a pena ver de novo. 

laura botelho



Mesmos os preparados não aguentam a pressão

17 de dez de 2014

Ascensão, uma jornada nas estrelas



Hoje essa postagem é curta, mas muito poderosa, pois quero indicar mais uma vez através de uma cena curta de um filme, a minha versão de como eu entendo "ascensão" - ou seja - como eu entendo a evolução do ser, depois de humano.



Já escrevi aqui bastante sobre o poder que damos a crença na matéria. Já escrevi bastante sobre como enxergar cada "experiência" e o que ela nos dá de lição. Já escrevi sobre aliens, sobre o engano da existência de naves que atravessam planetas e galaxias para salvar a "raça humana" de uma suposta extinção (??) 

Se há um "estrangeiro" esse somos nós que temos uma passagem curta, pois "eles" estão presentes SEMPRE. São seres multidimensionais e não temos percepção ou mecanismo fisiológico para enxerga-los, senti-los quando em contato direto sem que eles queiram. É como um diálogo com um besouro... Será que ele sabe que você é um ET?

O que quero deixar claro aqui é a forma que eles usam para escravizar os menos informados.
Entenda: não há "corpos" após a morte desse organismo carbono, apenas energia, pura e livre para ir aonde quiser através do pensamento, sem naves, sem casas, sem uniformes, hierarquias, limites, territórios, grupos, comandos, classes, raças, cores, tamanho e tudo mais que nos separa um do outro.

Espero realmente que entendam...
Boas festas
laura botelho

Jornada nas estrelas - nova geração
Episódio que descreve o processo de ascensão de uma civilização.



13 de dez de 2014

ISIS - o nome da Rosa na Trindade Solar

"O homem é naturalmente um animal religioso"
Thomas Taylor

Desde o primeiro alvorecer de sua consciência, o homem tem adorado e venerado símbolos do invisível. Coisas onipresentes indescritíveis sobre os quais ele não pode descobrir praticamente nada devido a dificuldade e manejo da informação recebida. Portanto, quem tinha o conhecimento, tinha também o poder sobre os demais.

Os Mistérios Antigos e Sociedades Secretas influenciaram o Simbolismo maçônico Moderno.

René Descartes está à frente da escola francesa de filosofia e compartilha com Sir Francis Bacon a honra de fundar os sistemas da ciência moderna e filosófica.  Ambos seres de extremo conhecimento - sobre o script que mantém o homem preso a este ciclo - encaminharam de forma simbólica - toda a informação necessária a sua libertação até onde ela pudesse ser alcançada pelos iniciados  - como você.

Cena do filme "Cidade dos Anjos" - adorando o SOL

No âmbito da filosofia, levaram o SER a confrontar um problema envolvendo o uso das faculdades de raciocínio. Os indivíduos de intelecto forte procuram chegar a uma solução através da obtenção de fatos de influência sobre a questão.  Pesquisam, exploram exaustivamente vários ângulos e pontos de vista ao invés de se fixarem irredutíveis em sua crença limitante.

Aqueles de mentalidade imatura, de pouco ou nenhum conhecimento, por outro lado, quando confrontados da mesma forma, se sentem sobrecarregados, confusos e desnorteados. Um sintoma clássico que abastece as redes públicas de saúde no planeta inteiro nesse momento.

Enquanto o primeiro grupo pode estar qualificado para resolver o enigma da sua própria existência, este último grupo deve ser conduzido como um rebanho de ovelhas e ensinados em linguagem simples, ordinárias, comandos a serem seguidos, pois estes dependem quase que inteiramente da orientação e ministrações de um “pastor” que irá conduzi-los ao comando de seu próprio interesse ou de “organizações” controladoras de seres humanos.

As doutrinas filosóficas religiosas dos pagãos foram divididas para atender as necessidades desses dois grupos fundamentais do intelecto humano - uma filosófica, a outra, incapaz de apreciar e diagnosticar os mistérios mais profundos de sua experiência. 

Ensinamentos esotéricos ou espirituais foram ganhando terreno com base na informação gerada pela WEB – teia global - mas muitos receberam apenas o literal, o banal ou a experiência exotérica das interpretações. 

Os povos druidas eram iniciados de uma escola que existia em seu meio.  Seus ensinamentos secretos nunca eram transcritos, anotados, mas e tão somente, comunicados por via oral aos candidatos especialmente preparados. Isto porque sabiam que palavras são símbolos que traduzem experiências. Cada um a interpreta a palavra a seu bel prazer e necessidade, o que leva uma geração de enganos tornando a palavra uma ferramenta perigosa de manipulação em massa.

A união da Palavra (símbolo) e da Mente (energia)
produz esse mistério que é chamado Vida.

Uma informação vivenciada tem um significado diferente do que a escrita, registrada. Haja vista que a história é sempre contada por quem VENCE a batalha, nunca temos a versão de quem a perdeu...

Como quase todas as Escolas de Mistérios, os ensinamentos dos druidas foram divididos em duas seções distintas. Um código moral deve ser simples e ensinado a todas as pessoas, enquanto a profunda doutrina esotérica seria dada apenas a sacerdotes iniciados

Para ser admitido à ordem, o candidato era obrigado a ser de boa família e de elevado caráter moral. Segredos sem nenhuma importância eram confiados a eles até que ele fosse “tentado” de várias maneiras e sua força de caráter severamente provada para receber o mais sagrado. O que implicava em 3 tipos de conhecimentos: conhecimento da natureza de cada coisa, de sua causa, e sua influência.


Os druidas ensinavam que todos os homens seriam salvos de sua ignorância, mas que para isso muitos deveriam retornar em tempos a terra para aprender as lições da vida humana e para superar à sua própria natureza.

Os druidas tinham um grande número de dias de rituais festivos. Em lua nova e cheia e no sexto dia da lua, eram períodos sagrados. Acredita-se que as iniciações ocorriam apenas nos dois solstícios e nos dois equinócios. Na madrugada do dia 25 de dezembro, no equinócio do inverno nascia majestoso o Deus Sol junto a uma nova consciência cíclica. Os druidas ensinavam o povo da Grã-Bretanha e na Gália sobre a imortalidade da alma. Mas acreditavam também na transmigração e na reencarnação. 


O antigo símbolo dos Mistérios Órficos era a serpente-entrelaçada no ovo. No momento da iniciação a casca era quebrada e o homem sai do estado embrionário da existência física em que ele havia permanecido durante o período fetal de regeneração filosófica.

O caminho para a imortalidade é difícil,
e apenas alguns a encontrarão

SIMBOLISMO DO ROSA
Um símbolo assume uma vida intelectual própria ao longo do tempo, a conexão entre os significados simbólicos e a essência da coisa em si pode desaparecer da consciência. Mas símbolos poderosos são aqueles onde essa conexão ainda é brilhante. 

Esta deidade egípcia sob muitos nomes aparece como o princípio da fecundidade natural entre quase todas as religiões do mundo antigo.  Ela era conhecida como a deusa com 10.000 denominações e foi metamorfoseada pelo cristianismo como a Virgem Maria.

O mito de Ishtar
O mito de Tammuz e Ishtar é um dos primeiros exemplos da alegoria deus morto, provavelmente antes de 4.000 aC. Simboliza a descida do espírito humano através dos 7 mundos, ou esferas dos planetas sagrados, até que, finalmente, privados de seus adornos espirituais, que encarna no corpo físico.

A TRINDADE SOLAR
O sol tornou-se símbolo da autoridade suprema e consigo o conceito da Trindade como ela é entendida ainda hoje por poucos pesquisadores. O princípio de uma Divindade Trina faz parte do dogma das maiores religiões que dominam o planeta em tempos antigos e modernos. 

BRAHMA para hindus, MITHRAS dos persas, Athom, Amun, Phtha, e Osíris, dos egípcios, BEL dos caldeus, o SENHOR dos fenícios, Adonis e Apollo dos gregos, Jesus dos Cristãos, são todos personificações do Sol, o Princípio da regeneração, a imagem da fecundidade que perpetua e rejuvenesce a existência desses vários mundos, bem como Baco, Dionísio, Sabazius, Hércules, Jasão, Odin, Ulisses, Zeus, Urano, Vulcan e uma infinidade de outros personagens representantes do astro rei - SOL.

Quando os alquimistas afirmaram que todas as coisas animadas e inanimadas no universo continham as sementes de “ouro”, eles queriam dizer que até mesmo os grãos de areia possuíam uma natureza espiritual, pois o “ouro” era o espírito de todas as coisas



Os persas, hindus, babilônios e egípcios tinham suas Trindades
Em todos os casos eles representavam a tríplice Inteligência Suprema.  Na Maçonaria moderna, a Divindade é simbolizada por um triângulo eqüilátero, seus três lados representando as manifestações primárias do Eterno.

A origem da Trindade pode ser observada pela sua manifestação diária do astro Rei. Este orbe gigantesco que nos aquece e nos da Luz, tem 3 fases distintas: nasce (no horizonte), cresce (meio dia), morre (se põe no horizonte). 

A Ciência também observou essa relação trina distinta nos seres vivos: do crescimento – maturidade - decadência.  Entre o crepúsculo da aurora e o crepúsculo da noite está o meio-dia, o auge da glória resplandecente. 

Paradoxo
Luz é o símbolo da objetividade;
Escuridão da subjetividade
Para os egípcios o Sol era o símbolo da imortalidade.
Para cada noite ele morria, para surgir novamente ao fim da madrugada que se segue. Não só tem o sol esta atividade diurna, mas também tem a sua peregrinação anual, durante o qual ele passa, sucessivamente, através das 12 casas do céu celestial, permanecendo em cada uma 30 dias. 

O sol tornou-se assim um Touro em Touro.
E foi adorado como tal pelos egípcios sob o nome de Apis, e pelos assírios como Bel, Baal ou Bul ou em Leão, o sol tornou-se Hercules, um arqueiro em Sagitário, em Peixes foi um peixe. Dagon, ou Vishnu, o “deus-peixe” dos filisteus e hindus.

Godfrey Higgins, após 30 anos de investigação sobre a origem das crenças religiosas é de opinião que:

"Todos os deuses da antiguidade surgiram do fogo solar, às vezes como Deus, ou às vezes como um emblema desse princípio superior, conhecido pelo nome do Ser criativo ou de Deus."

Hercules é uma Divindade Solar.
Este poderoso caçador realizou seus doze trabalhos, assim que o sol atravessou as 12 casas da banda zodiacal durante sua peregrinação - doze trabalhos essenciais e benevolentes - para toda a raça humana e para a Natureza como um todo.


O Leão do sol.
O nascer do sol sobre o dorso do leão ou, astrologicamente, nas costas do leão, sempre foi considerado símbolo de poder e governo.  Um símbolo muito semelhante ao que acima aparece na bandeira da Pérsia, cujo povo sempre foi adorador do sol. 

Reis e imperadores têm freqüentemente associado seu poder terrestre com o poder celestes do astro solar, e aceitaram o sol, ou um de seus animais simbólicos como pássaros, como seu emblema. 
            

O globo com asas do Egito.
Este símbolo, que aparece sobre o Pylons ou portões de muitos palácios e templos egípcios, é emblemático das 3 pessoas da Trindade Egípcia. As asas, as serpentes, e do orbe solar são as insígnias de Amon, Ra e Osíris.

Os egípcios comparam a humanidade a um rebanho de ovelhas
A origem do “bom pastor” no simbolismo religioso pode ser rastreada até os rituais egípcios. Observe que antigos profetas, filósofos e dignitários carregavam um cetro, a extremidade superior dá à luz uma representação do globo solares emanando raios. 

Uma expressão da energia solar é Salomão, cujo nome SOL- OM - ON é o nome para a Luz Suprema em 3 línguas diferentes. Temos a história de Salomão e suas esposas e concubinasuma metáfora do Sol e seus planetas, luas, asteróides e outros corpos receptivos dentro de “sua casa” - a mansão solar. 

O sol bordado dourado na parte de trás das vestes do sacerdócio católico significa que o sacerdote é também um emissário e representante do Sol Invictus. "Invictus" Esse epíteto é o mesmo que os persas deram a esse mesmo deus, a quem eles adoravam pelo nome de Mitra, que nasceu numa gruta.

Sansão perdeu os cabelos na casa de Dalila (Virgem), onde “seus raios” foram cortados e ele perdeu sua força. A vinda do Sol era saudada com alegria (verão) e o tempo de sua partida era visto como um período a ser reservado para a tristeza e infelicidade (inverno rigoroso de uma era glacial). 

Os pagãos festejam 25 de dezembro no hemisfério Norte como o aniversário do Homem Solar.  Alegram-se, reunem-se em procissões e oferendas nos templos, pois a escuridão do inverno acabou e o filho glorioso de luz estava voltando. 

Leão I um dos Padres da Igreja católica, disse que;
"o que tornou o festival (de Natal) venerável era menos o nascimento de Jesus Cristo do que o retorno, e, como eles mesmos diziam, o novo nascimento do sol." 

Foi no mesmo dia em que o nascimento do Sol Invencível (Natalis solis invicti), foi celebrado em Roma, como pode ser visto nos calendários romanos, publicado no reinado de Constantino e de Julian (Hino ao Sol, p. 155).

Assim, o esoterismo do mundo pagão foi incorporado no cristianismo, embora a igreja cristã siga cegamente costumes antigos, evita ou nega explicações sobre a origem do mito. Um fato indiscutível para estudiosos no assunto é que cada religião é baseada em doutrinas secretas de seu antecessor. Ocultam a realidade sobre sacrifícios humanos e o preço em sangue a ser pago infinitamente a nossos idealizadores.

De acordo com os místicos, há três sóis em cada sistema solar, análogo ao dos três centros da vida em cada constituição individual. 

Estes são chamados de 3 luzes: o sol espiritual, o sol intelectual e o sol material.

Os sacerdotes pagãos consideraram o sistema solar como um Grande Homem, e chamou a sua analogia destes 3 centros de atividade dos 3 principais centros da vida no corpo humano: o cérebro, o coração e o sistema generativo. 

O grande Paracelso (um rosacruz) escreveu:

 "um sol na terra, que é a causa de todo o calor, e todos os que são capazes de ver podem ver o sol, e aqueles que são cegos e não podem vê-lo podem sentir o seu calor. Há um Sol Eterno, que é a fonte de toda sabedoria, e aqueles cujos sentidos espirituais têm despertado para a vida verão que o sol e ser consciente de sua existência, mas aqueles que não atingiram a consciência espiritual ainda, podem sentir o Seu poder por uma interna faculdade que é chamada de intuição. "

Estudiosos Rosacruz têm dado características especiais a estas 3 fases do sol: o sol espiritual eles chamam de Vulcan, o sol intelectual; de Cristo e Lúcifer, respectivamente; e o sol material, o Demiurgo judeu Jeová

Lúcifer (luz fraca da manhã) representa aqui a mente intelectual sem a iluminação da mente espiritual, portanto, é a falsa luz redimida pela luz verdadeira da alma, o chamado Segundo Logos ou Cristo "a luz falsa.". 

A ideia da alquimia não era fazer algo do nada, mas sim fertilizar e nutrir a semente que já estava presente, dando sustento para que cresça forte e sadia, nutrindo-a com a melhor informação possível. 

O ouro é o metal representando do sol e tem sido considerado por muitos, como a luz solar cristalizada.  Quando o ouro é mencionado em vias alquímicas, pode ser comparado a esfera celestial que é a fonte, ou espírito de ouro. 

Como o ouro era o símbolo do espírito e os metais básicos representando a natureza inferior do homem, certos alquimistas eram chamados de "mineiros" e foram retratados com picaretas e pás cavando a terra em busca do metal precioso - os traços mais finos de caráter – que se encontravam enterrados na materialidade da ignorância. 

Em os “Símbolos Secretos dos Rosacruzes”, Franz Hartmann define o sol alquimicamente como:

"O símbolo da Sabedoria, O Centro de Poder ou coração das coisas. O Sol é um centro de energia e um depósito de poder. Cada ser vivo contém em si um centro de vida, que pode crescer para ser um “dom”.

Desde o começo do mundo,

Regeneração realmente significa o desdobramento da Divindade onipresente no homem brilhando como um sol e iluminando todos aqueles com quem entra em contato. Para o ignorante o corpo é supremo, e são incapazes de perceber a imortalidade que existe dentro deles. 

Por que muitos são obcecados por rosas? 
Em suma, as rosas estão trabalhando para nós em mais do que apenas os níveis visuais e olfativos. 

As Rosas estão nos colocando em contato com o nosso passado coletivo e com o Divino. Eles podem fazer isso porque a rosa tornou-se, ao longo dos séculos, um símbolo poderoso. Há algo profundamente enraizado na nossa psique e este símbolo assume uma vida intelectual própria ao longo do tempo, uma conexão entre os significados simbólicos e a essência da coisa em si que pode permanecer ausente na consciência até que ela seja resgatada em questão de segundos.

A Rosa, imagem da nossa mãe Isis – um dragão de sangue real que nos deu “vida” – e nos aprisionou nesse casulo orgânico, é um símbolo poderoso. Símbolos poderosos são aqueles onde permanecem a conexão entre emoção ancorada e a experiência sentida. E a Rosa é uma delas. A Virgem Maria é chamada de Rosa Mística em textos medievais.

Símbolos transmitem mensagens e são poderosos e eficazes. 

Na iconografia cristã, a rosa está associada com Renascimento. Em um famoso discurso proferido 10 de maio de 1785, o conde de Cagliostro, fundador da Maçonaria Egípcia, declarou que a Rosa-Cruz é o símbolo antigo e verdadeiro dos Mistérios.

 A flor se abre ao longo dos dias seguintes, seca e morre. O pico de sua beleza é de curta duração. No final de seu ciclo de vida, a rosa revela seu coração. Eventualmente, ele se decompõe em pó.

As rosas têm estado presente em torno de um longo tempo e o registro fóssil mais antigo dessa planta foi identificada entre 35 e 32 milhões de anos atrás. Confúcio afirmou que durante a sua vida (ele morreu em 479 aC), o imperador da China já tinha em sua biblioteca de 600 livros sobre estudos, temas de cultivo de rosas. Rosas tinham apenas cinco pétalas, e a lenda diz que a cor original é sempre branca. O que vemos hoje é uma versão moderna da Rosa original.

Interpretações artísticas da rosa na heráldica, bandeiras de batalha, e escudos mostram, por ambas as famílias, as versões praticamente idênticas da Rosa de 5 pétalas bem abertas. 

A Ordem Rosacruz através de seus precursores iluminados pelo mundo ocidental, deixou informações através do tempo em obras literárias, campos políticos, religiosos e científicos. Mas só é compreensível a poucos estudiosos no assunto.


Rei Davi reinou por 33 anos em Jerusalém, a Ordem Maçônica é dividida em 33 graus simbólicos, há 33 segmentos da coluna vertebral humana, e Jesus foi crucificado aos 33 anos de sua vida.

Símbolos, símbolos, símbolos...

"...o riso mata o temor. Sem o temor não pode haver fé, pois sem temer o demônio, não há necessidade de deus"
(fragmento do filme – o Nome da Rosa)

laura botelho

Assista antes que tirem do ar. 
Um dos filmes mais sensacionais que já assisti. Deixa claro como as "coisas" funcionam. Como os seres humanos são presas fáceis de sua ignorância.



Já encheu o saco falar sobre esse tema, mas como muita gente tá "despertando" mais, e agora, achei propício repetir o texto. Espero que tudo isso que exponho aqui abra seu campo de entendimento. Daqui por diante, permanecer na ignorância é pura questão de escolha. 

Parte integrante do documentário Zeitgeist (2007)


meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos