Google

Translate my page Google

28 de mai de 2012

A Década Maldita e seus jogos de guerra.


Os Jogos Olímpicos de Verão de 1948, conhecidos oficialmente como Jogos da XIV Olimpíada, foram realizados pela 2ª vez em Londres - após 12 anos de interrupção devido à II Guerra Mundial

Em 14 de maio de 1948 é proclamado o Estado de Israel, que tem David Ben-Gurion como primeiro-ministro. Cinco países árabes enviam tropas para impedir sua criação.

A guerra termina em janeiro de 1949, com a vitória de Israel e o desaparecimento do Estado árabe-palestino previsto pela ONU.

Os israelenses passam a controlar 75%
do território da Palestina.
Esse jogo ENKI ganhou

Todas as profecias do fim dos tempos só poderão ocorrer após a criação do estado de Israel e isto ocorreu em 1948, desta forma deu-se o início para o cumprimento das profecias do Apocalipse ou a novas regras do jogo.

No Brasil, pela primeira vez a Rede Globo não terá os direitos dos Jogos Olímpicos. O COI assinou com a Central Record de Comunicação, que pretende enviar uma enorme equipe de jornalistas. A venda dos demais direitos foi autorizada pela Rede Record para a Globosat, e os de internet para o portal Terra Networks.

Esta será também a primeira vez em mais de 20 anos, que a Seven Network (A “GLOBO” da Australia)  não transmitirá os Jogos...

É estranho isso, não? Rede Globo não mandará seus reporteres para Londres?? Eles televisionam qualquer pelada de rua e vão ficar fora de um evento desses??!

O que será que os chefes da Globo sabem que a gente não pescou, ainda?

Vamos ligar os pontinhos para ver:

A Olimpíada de Londres de 2012 será a 30ª - XXX a ser realizada
XXX = Xix, xis, xis = six, six, six = seis, seis, seis = 666

Alguns representantes dos países muçulmanos reclamaram que os Jogos serão durante o Ramadã, que acontecerá de 20 de Julho a 19 de Agosto, sendo que os Jogos serão simultâneos ao período religioso.

Ramadã (Lailatul-Cadre) é o 9º  mês do calendário islâmico.
Não ha tempo nenhum como o tempo do mês do Ramadan. É o mês em que esta noite é “a melhor do que milhares de meses”, "a noite do Destino .. em que os anjos e o Espírito descem" (Al Qadre, 97:1).

É “uma noite abençoada” na qual "todo o sábio mandamento se torna claro" e "um aviso" e “uma misericórdia” é enviada que Allah sempre manda para a Humanidade. (Al Dukhan, 44:3 e 6).

Durante esse mesmo período do Ramadã, os muçulmanos estão proibidos de sair de casa entre o amanhecer e ao pôr-do-sol. Não podem comprar nem vender, ou seja, tocar em dinheiro, fazer sexo, comer ou existir. Apenas rezar.

"E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome" (Apocalipse 13:16-17)

Pensa comigo: o que todos teriam nesse dia em comum? Poderiam ser ingressos, numeros de entrada na mão – ricos e pobres? Quem tiver mais links sobre isso me manda!!!!


Montanha ensolarada
Cidade de deus/David – Povo Is-ra- el
Sinonimo de Jerusalem
Povo de Enki ( o Papy)
Segundo textos Cristãos,
será a última cidade possível de se viver após o Armagedon

Zion é a principal cidade de toda a série do filme The Matrix [1999] –
Matrix é um sistema inteligente e artificial que manipula a mente das pessoas, criando a ilusão de um mundo real enquanto usa os cérebros e corpos dos indivíduos para produzir energia. 

Zion é a última cidade ainda povoada por seres humanos (a maioria negros/Lulus) e se localiza no manto terrestre, próximo ao Núcleo da Terra.

Zion foi inicialmente construída com o propósito de salvar a raça humana da sequência de guerras contra os exércitos das Sentinelas. No entanto, um programa de computador chamado O Arquiteto, o criador e manipulador da Matrix, manipulou a situação para que Zion sirva como controle para a sobrevivência do programa de duas maneiras.

Em primeiro lugar, as máquinas podem permitir a todos os seres humanos que não fizeram, ou não pôdem, aceitar a Matrix para poderem viver no mundo físico, sem ter de serem recapturados.

Em segundo lugar, o arquiteto, periodicamente, destroe  Zion e seus habitantes como parte de um acordo de coagir o Uno em re-inserir o "Primeiro Programa", um script necessário para manter a matriz, permitindo que a Matrix e Zion possam continuar a ser reconstruídos por sobreviventes escolhidos sem memória da destruição.

Os sobreviventes capturados foram presos e colocados em torres recém-construídas, numa espécie de cupulas chamadas "bio-elétrico" com as suas mentes colocadas na Matrix para mantê-los dóceis.

O ser humano “aprendeu a sobreviver” por conta própria e começou a travar uma guerra parcial de Zion contra as Máquinas, e ao mesmo tempo, tentando libertar a população da Matrix de sua prisão "virtual".

Jogos de cartas – um script ludico e sutil

Illuminati: New World Order (INWO), é um jogo de cartas colecionáveis idealizado em 1990, mas só foi a publico em 1995 - lançado por Steve Jackson Games, baseado no jogo Illuminati, adaptado do romance “The Illuminatus! Trilogy”

O jogo original continha 412 imagens (cartas), mas a coleção mais conhecida tem apenas 350.


E Daí?!
E daí que esse jogo de cartas tem imagens que remetem a todos eventos já vistos ou que ainda podem ser construídos – Comportamentos humanos e fatos socias que estão a ser identificados com certa frequencia na midia nos tempos de hoje.

O leão e a Serpente

Príncipe Guilherme de Gales ou para os mais íntimos, William de Gales - filho mais velho de Charles e Diana - fará seus 30 anos (1982)  no dia 21 de junho de 2012.

Dizem a más línguas que o anticristo sairia da Inglaterra e “coincidentemente” o personagem Jesus Cristo deu início a seu “ministério” com 30 anos de idade.

A Década Maldita

A Rockefeller Foundation - publicou um documento entitulado: “Scenarios for the Future of Technology and International Development.

Este estudo retrata uma visão “de um futuro provável” que prediz 4 potenciais cenários que (segundo os negativos)  se realizarão a curto prazo e aponta “soluções” para tal.

Resumindo o texto desse documento:
Segundo o relatório para 2010-2020, essa seria marcada para a posteridade como a " década maldita." 

Então ele relata claramente porque será um época maldita:

_  “ataques techno terroristas”
- Bombardeos nas Olimpíadas em 2012, com um saldo de 13.000 mortos, (vc leu bem?)
 -  um terremoto na Indonésia com um saldo de 40.000 vítimas,
 - um tsunami devastador na Nicarágua
- oeste da China devastada por tempo inexplicável de uma seca associadas às alterações climáticas

Apresenta um mundo essencialmente subversivo, completamente desestabilizado o sistema financeiro, com governos fracos, organizações criminosas poderosas, e uma tendência perigosa para a inovação ilegal. 

Continua o relatório:

“Os desastres naturais e uma economia global em erosão, causarão pressão social insuportável para os governos locais para exigir mais segurança, saúde e bem-estar. Contra esse crime organizado, mais flexível, eficaz e rentável, reforçado rapidamente. O Crime financia grande parte da inovação no planeta. Os conflitos armados em Gaza, das Índias Orientais, e várias partes da África se incendiarão

“A escassez geral de recursos por governos e organizações historicamente alimentarão a separação entre a classe privilegiada e a classe desprotegida.”

“Os milionários guardarão o seu dinheiro no "colchão" para se proteger”
Em 2025 não existirá o conceito de casa como nós a conhecemos hoje, Aldeias para as pessoas pobres e fortalezas urbanas e guardadas para a elite. Eventualmente, este grupo só pode sobreviver neste cenário rico "madmaxiano"

"Não é de admirar que esta série de desastres assíncrona mortal (havia mais) uma pressão enorme sobre a economia já salientado, que tinha entrado para a próxima década em uma recessão

“Esforços para manter a ajuda humanitária custam grandes somas de dinheiro, mas suas principais fontes, a partir de agências de ajuda humanitária para os países desenvolvidos estavam sem fundos. "

O mercado mundial completamente derruba a crise financeira de 2008-2010, em parte impulsionada pelo fortalecimento rápido de uma classe média em países como Índia e China.

No entanto, como sempre tem acontecido, o boom nas finanças globais vai deixar de fora de seus benefícios para a maioria da população.

“Os países em desenvolvimento irão aumentar de forma explosiva sua industrialização. Estas cidades vão crescer muito e isso vai implicar custos significativos para o meio ambiente.”

“Em 2014 Nova York será completamente inundada após o transbordamento do rio Hudson depois de uma tempestade apocalíptica.” 

“Em 2012, vamos ser confrontados com uma pandemia que matará mais de 8 milhões de pessoas em apenas 7 meses, e já infectando 20% da população mundial. As regiões mais afetadas são o Sudeste Asiático, América Central e África”

“Para os cidadãos de primeiro mundo serão incluídos, sem excepção, um banco de identidades digitais para serem acompanhadas de perto”

“Num mundo em que as comunidades estão economicamente deprimidas os indivíduos serão responsáveis ​​por estabelecer soluções inovadoras com impacto local, resolvendo os problemas que ameaçam a sua sobrevivência

“Mercado enfraquecido, morrendo empresas, governos distraídos, e crescente tensão social. A falta de emprego em todo o mundo - a xenofobia em cada metro quadrado será fortemente contestada e sempre esperando ser favorecidos pelas empresas em seus respectivos países”

“Problemas de comunicação devido à falta de manutenção de satélites e redes de fibra óptica. A separação entre população rural e urbana será radicalizada”

“Enfrentando a incapacidade do sistema financeiro mundial para proporcionar benefícios para a grande maioria da população, as comunidades começarão a desenvolver seus próprios sistemas de troca de produtos e moedas comunitárias”

(“escambo” - Escrevi sobre isso no meu livro  Durante 7 dias )

“Vários modelos de sucesso emergem em torno destas dinâmicas, mas a fragmentação da população mundial torna difícil para os modelos eficazes de se propagar. Índia se destacará como o país com projetos e iniciativas mais bem-sucedidas”

“Em 2025, a colaboração já resultou em ecossistemas sustentáveis ​​e bem sucedidas, ainda isolados com apenas as comunidades que conseguirem criar modelos eficazes em face ao declínio econômico global e das condições ambientais.”

-------------------------------xxxxxxxxxxxxxxx----------------------------

Já sei, você vai dizer que isso é coisa de “conspiracionistas” sem ter o que fazer. Eu também achava isso “antes” de ler o tal documento que faz parte do site da Fundação Rockefeller...

E antes que você continue negando a minha interpretação dos fatos, preste atenção na data desse documento – Maio de 2010

Ou seja; os caras já “desenharam” um futuro de caos para 2012 de acordo com os textos biblicos.

E quem segue meus pensamentos sabe que eles não têm controle sobre a linha do tempo, apenas oferecem uma imagem para que TODOS vejam e a partir daí materializar.

Por isso, é muito importante VER, SABER, CONHECER sobre tudo isso, pois só dessa maneira poderemos MUDAR para o que realmente nós desejamos EXPERIMENTAR.

Lembrando que nós construímos nossa realidade, portanto saber o que queremos é o ponto de partida. Você sabe o que deseja realmente para sua existencia futura?

Deseja uma vida eterna? Um deus que diga o que deve ou não fazer? Deseja ter um lugar seguro em que possa manter seus pertences e seus entes queridos?  Se é esse seu desejo você está no caminho certo.

Aguarde as próximas instruções, pois “ELE” está chegando e já separou um cantinho para vc colocar suas tralhas e viver como um eterno agradecido por isso. Amém – rá!

laura botelho


25 de mai de 2012

Video - Tempestades Magnéticas


A questão aqui não é "se" irá ocorrer ou não, mas "quando" irá ocorrer



parte 2



parte 3



parte 4



parte 5



parte 6

22 de mai de 2012

Controladores do Tempo


“Não posso acreditar num Deus que
quer ser louvado o tempo todo”
Friedrich Nietzsche

Rosa Parks
Essa é Rosa Parks. Muita gente não faz idéia da sua importancia para a história da humanidade. Com um pequeno gesto, Rosa fez o mundo parar para pensar sobre como levamos a vida sem questionar, apenas desistindo.

Pessoas negras foram segregadas em praticamente todos os aspectos da vida cotidiana no Sul dos Estados Unidos nos anos 50 - incluindo o transporte público. 

Empresas de ônibus e trem não forneciam veículos distintos para as diferentes raças, mas reforçavam a política de assento exclusivo para brancos enquanto negros se acomodavam no fundo do onibus

Não foi diferente no Transporte de ônibus escolar, com a única solução possível – crianças negras não entravam

Na vida escolar de Rosa em Pine Level, os ônibus escolares levavam estudantes brancos a aulas e os estudantes negros tinham que andar até a escola.

 "Eu via o ônibus passar todos os dias ... Mas para mim, era uma maneira de vida e nós não tínhamos escolhas senão aceitar o que era o costume. O ônibus foi o primeiro caminho que eu percebi que havia um mundo preto e branco"  - Rosa Parks

Mas já crescida aos 42 anos de idade em 1 de dezembro de 1955, em Montgomery, Alabama, Rosa Parks se recusou a obedecer a motorista de ônibus James F. Blake's para que ela cedesse seu lugar para dar espaço para um passageiro branco. 

A “Ação Parks” gerou desobediência civil – ela foi presa e multada – mas seu gesto implicou em um efeito multiplicador de provocação - um boicote aos ônibus da cidade de  Montgomery por todos que não concordavam com o apartheid.

Parks tornou-se um ícone internacional de resistência à segregação racial - Organizou e colaborou com líderes dos direitos civis que tornaram a vida de todos os negros menos humilhante.

Ela disse que tomou essa ação como um cidadão privado "cansado de desistir"...

Desistir é um gesto de fuga natural, mas inconsciente, na maior parte do tempo.

Fugir é um ato próprio de quem tem MEDO de se “expor”. De ter sua figura em destaque, ser “visivel”, andar no sentido contrário da roda, rompendo com modelos e rituais impostos pelo ambiente.

Quem “TEM”, tem medo

"Não é exagero dizer que o destino do Japão e do mundo inteiro depende do reator nº 4." - disse Mitsuhei Murata, ex-embaixador japonês para a Suíça e Diretor da Sociedade Japonesa para o Sistema Global de Ética.

O reator nº4 de Fukushima está à beira de uma falha catastrófica que poderia desencadear radiação suficiente para acabar com a civilização humana em nosso planeta num período curto de tempo. Tal evento poderia resultar na liberação de 85 vezes o Césio-137 liberado pela catástrofe de Chernobyl, dizem os especialistas.

A impressionante declaração do Sr. Murata deveria ser notícia de primeira página em todos os lugares ao redor do mundo, mas por que não é?

Não precisa. Quem já sabia sobre essa possibilidade já construiu seu bunker no subsolo de seu país. Já arrecadou todo o material necessário para se manter longe da radiação iminente por longo tempo.

O script está sendo rodado e a mente de grupo o segue como se nada tivesse acontecendo...

Negação
“O que ocorre no ambiente, ou seja - o que eu não vejo/sinto, não me atinge”

Isto está correto, mas, você tem uma estratégia para não “ver” ou não “sentir”?

Japoneses acreditam que o evento radiação Fukushima não existe.
Brasileiros acreditam que estamos 300% preparados para qualquer evento externo.
Americanos acreditam que vão mesmo eleger alguém que escolheram para salvar a crise orçamentária.
Portugueses, italianos, espanhóis e gregos acreditam que deus irá salvá-los de todo mal – amém rá!

Brasileiros não veem nenhuma ameaça a sua condição social, pois a água continua saindo das torneiras, a cerveja está sempre gelada e os preparativos para a copa do mundo estão quase concluídos. (??)

O cara tem um emprego, boa casa, carros, família, filhos em crescimento e tudo mais que faz com que todos façam planos para um futuro em longo prazo, então por que ficar falando em catástrofe!!!?

Essas pessoas não podem se imaginar fora de seu país, de sua cidade ou até mesmo de seu bairro – seu apertamento. Isso está fora de qualquer cogitação. Negação sobre o que o rodeia ainda é a melhor saída...

Mente de grupo - Se ninguém se mexe, ninguém se mexe.

Carl Jung dizia que a mente do grupo é a forma “inferior de consciência”, porque as pessoas que participam de uma ação de grupo negativa são pessoas que não se responsabilizam por seus atos pessoais.

E ter “responsabilidade por nossos atos” é algo que tentamos afastar das nossas vidas diariamente e sofremos o resultado sobre essas escolhas, apesar de acreditarmos que não foram simples ESCOLHAS, daí passamos a substituir as “escolhas” por outro símbolo como = KARMA ou DESTINO - para sossegar nosso ego aflito.

Fé em penitência – isso que nos foi ensinado desde a mais tenra idade.
A lei do sacrifício – martírio – da abnegação total do ser por uma “verdade” que não existe.

O modelo (ancora) que nos remete ao sacrifício, está em todo lugar, nas imagens do nosso inconsciente coletivo pregado em cruz pelas religiões do planeta.

A ancora está na palavra repetida, nos mantras cotidianos inconscientes recompensados pela dor de desisitir de pensar. Ora-se em voz alta para não agir, não fazer o que tem que ser feito. Delega-se poder a outros.

Uma recompensa imaginária por uma cerimônia dolorosa 
Contas à pagar: Aluguel ou financiamento da “casa própria”, alimentação,  vestuários, planos de saúde, educação, transporte, e milhares de débitos no cartão de crédito.

Como sair desse padrão? É Impossível?
“A mente humana tem que primeiro construir formas, independentemente, antes de poder encontrá-las nas coisas.”

A “realidade financeira” provoca caos na “realidade imaginária”

O medo é superestimado sobre uma realidade superestimada. O medo emburrece, tira qualquer chance de racionalizar uma saída, uma outra maneira de viver e de pensar. Um medo que não deixa criar novas imagens – ao contrário – perpetua as velhas = fome, doença, desamparo, solidão = morte...

E como uma auto-hipnose, negamos qualquer possibilidade de que algo possa nos tirar da zona de conforto construída com muito esforço ao longo dos anos com muito estudo e investimento de tempo.

Sem ao menos estudar outras alternativas ou outras realidades possíveis - (um plano B) - vagamos na mesmice do dia a dia perdendo a oportunidade de construir um “mundo” que acreditamos.

Repetição – rituais e hábitos perpetuam um programa!

Experiências notáveis ​​foram conduzidas pelo laboratório Princeton Research Anomalias Engenharia (PEAR) a partir de 1979 até 2007. O trabalho despertou enorme controvérsia no campo da consciência humana.

Usando um gerador de números aleatórios, os cientistas empregaram o que eles identificaram como uma "consciência de grupo." 

Os dados, colhidos por geradores de eventos aleatórios (REG) e coberto com gráficos, tinham uma tendência a ocorrer um pouco antes do esperado.

PEAR se esforçou para conseguir o que os pesquisadores chamaram de "um estado de ressonância" e afirmou que os dados apresentados eram "uma indicação empírica consistente na presença de grupos de pessoas engajadas em comum a atividade cognitiva ou emocional"

Robert G. Jahn foi o diretor do programa de atuação, e um dos maiores defensores da pesquisa foi Roger D. Nelson em seu papel como o Coordenador de Operações. 

"Uma hipótese conceitual para as anomalias relacionadas com o grupo indicado por Field REG é que a dinâmica emocional / intelectual dos participantes interagindo de alguma forma, geram uma coerente "campo de consciência", para que o REG responda através de uma diminuição anômala na entropia de sua saída nominalmente aleatória “

Tradução: Os resultados da investigação em curso levaram muitos a acreditar que a consciência de massa antecipa um grande evento mundial e que um evento pode ser previsto.

A suposição de que a consciência de massa antecipa os acontecimentos se baseia na correlação dos dados e não em evidências empíricas. 

Não há dúvida, porém que os picos ocorrem durante eventos que possam ser considerados "pontos de divergência."

Estes eventos estão causando um racha na âncora do espaço-tempo da consciência que pode ser medida pela pesquisa Princeton.

O fenômeno causado por consciência muda tudo para outra realidade, ou outro timestream, iniciado pelas ondas de choque do evento que provocaram uma divergência do “futuro provável” para um “futuro menos provável” e também redefine o que foi o passado recente.

As paredes vibracionais estão caindo e nossas mentes estão criando novos eventos!

As anomalias mais comuns relatadas  por muitas pessoas que estão percebendo esse fenomeno são:

1) Gente que já morreu, mas agora está viva
2) Mudanças nos recentes acontecimentos históricos que não fazem sentido com a própria história.
3) Mudanças nos filmes, livros, etc com o que foi aprendido anteriormente.
4) Alterações no local ou aparecimento súbito de edifícios, estradas, etc que não existiam.
5) Alterações na percepção de massa sobre sua realidade.

Algumas pessoas que vivenciam esses fenômenos acreditam que eles já não fazem parte do mesmo universo que as demais pessoas de sua convivencia. Eles podem apontar para grandes incidentes que ocorreram distintamente de outros, mas outras pessoas não conseguem ver estão ainda nesse velho mundo.

Os mortos não morrem
Tempo é mais uma percepção do que uma realidade, e assim é a existência. 

O físico Dr. Michio Kaku defende fortemente a favor do multiverso
Os universos bolhas estão sendo infinitamente criados e muitos humanos já criaram novos mundos e não sabem, por isso o choque com a realidade atual.

Casos preocupantes vieram à tona há poucos anos atrás, mas a midia não lhes dá repercursão – isso pode parecer loucura.

Pessoas e lugares fora do seu tempo

Um incidente curioso aconteceu em Tóquio, no Japão durante os anos 1990:
um homem chegou em um vôo com um passaporte de um país inexistente.
O homem expressou raiva e choque quando funcionários da alfândega japonesa o deteram. 

Embora os funcionários verificassem seus registros cuidadosamente, o passaporte foi emitido por um país que não existia

Embora existam passaportes emitidos por países não-existentes (conhecido como passaportes camuflagem), o passaporte era real e tinha selos personalizados dos funcionários em várias páginas, incluindo selos por funcionários da alfândega japonesa de visitas anteriores.

O homem era bem viajado, caucasiano, disse que o “seu país” estava na Europa e já existia há quase 1.000 anos. Ele carregava moeda legal de vários países europeus, uma carteira de motorista internacional e falava várias línguas.

Finalmente, indignado, ele exigiu uma reunião com autoridades superiores do governo. Ele estava convencido de alguma piada estava sendo jogado sobre ele.

Após ser detido por quase 14 horas em uma sala de segurança pequena no terminal do aeroporto, alguns funcionários do governo tiveram pena dele e o transportaram para um hotel. 

Eles ordenaram que o visitante mistesrioso esperasse no quarto até decidirem o que fazer sobre o assunto. Os japoneses estavam tão confusos e perturbados como o misterioso homem sem um país.

Apesar de dois funcionários da imigração terem instruções para não permitir que o homem saisse de seu quarto, na manhã seguinte, os guardas descobriram que ele tinha ido embora. A única saída era a porta e a única janela não tinha borda para fora e estava 15 andares acima do nível da rua.

As autoridades iniciaram uma caçada intensa ao longo de Tóquio pelo viajante misterioso, mas finalmente desistiram da caçada. O homem nunca mais foi visto.

Outra história de multiuniversos foi escrita pelo jornalista Peña e publicado em um dos maiores jornais da Venezuela, El Tiempo.

Peña relaciona um conto estranho que cheira fortemente de uma mudança de multiverso. O incidente ocorreu no campus da ULA (Universidade dos Andes) e envolveu um membro do corpo docente bem conhecido.

Aconteceu em plena luz do dia, de acordo com dezenas de testemunhas: o professor deixou um dos edifícios da universidade, atravessou um estacionamento para o carro estacionado e entrou nele. Muitos o viam como ele caminhou até seu carro, alguns até mesmo o chamaram e acenaram.

O professor abriu a porta do carro, sentou-se e fechou a porta. O carro ficou lá imóvel. Eventualmente, alguns alunos curiosos foram até o carro e encontraram-no vazio.

O professor tinha desaparecido. O incidente ocorreu há mais de 40 anos atrás e ele nunca mais foi visto.

Quantos Terras existem?  Terras onde os dinossauros nunca morreram, homens gigantes e seres que passaram a construir naves espaciais serão visiveis ou estão visiveis?

mokele-mbembe seria uma criatura ainda desconhecida pela ciência que vive atualmente na África – sua presença é narrada nos últimos 200 anos

Mokele-mbembe significa - "aquele que interrompe o fluxo dos rios"- foi identificado em 1776 com uma descrição detalhada da viagem de padres franceses ao centro-oeste da África. Ele viveria em águas profundas e sobe as margens para se alimentar de plantas locais.

O animal não é avistado popularmente, mas para quem já viu, diz ser monstruoso, pois deixa marcas das patas no solo com 90 cm de circunferência.

Em 1913 o governo alemão enviou o capitão Freiherr Von Stein para estudar Camarões (país africano).

Em seu relatório, jamais publicado, existem relatos de experientes guias de caça do Congo (fronteira), sobre um animal do tamanho de um elefante, cor cinza-amarronzado, pele lisa, pescoço e cauda articulável e comprida e musculosa com a cabeça de serpente.

Alguns dizem que tem um chifre ou presas.
Vive nas grutas de barro da margem do rio e alimenta-se exclusivamente de vegetais.

Aos poucos os naturalistas passam a definir o "monstro enorme, meio elefante, meio dragão" como um dinossauro, aparentemente próximo dos Saurópodes e muito semelhante com ao “lendário” monstro de Loch Ness

Relatórios sobre criaturas semelhantes a dinossauros na África causaram uma pequena sensação nos meios de comunicação e jornais na Europa e América do Norte em 1910-1911, alguns levaram a notícia como real, mas “a turma do deixa disso” foi cética e não se deram ao trabalho de pesquisar a veracidade da coisa.

Como a bacia do Congo permaneceu estável no plano geológico e climatológico, e os crocodilos, parentes próximos dos dinossauros, sobreviveram com poucas alterações à continuação de uma pequena população de dinossauros num meio isolado, estável e adequado, não é impossível que ainda estejam lá, dizem pesquisadores.

Há “coisas” nesse planeta que não se pode ir a fundo, serem identificadas ou até mesmo evidenciadas pela ciência. Elas devem ser mantidas a 7 chaves para que uma “coisa” não leve a outra “coisa” – INTERCONEXÂO.

Ligar os pontinhos seria a pior imagem para os planos dos controladores do tempo...

O famoso analista financeiro Jim Puplava, em um recente artigo admite que há em todo o mundo, por todos os governos, uma situação em que intencionalmente cria-se uma manipulação estatística destinada a controlar o déficit público e criar uma ilusão destinada a acalmar os mercados e distraí-los de uma situação em que a inflação está subindo...

Esse cara é louco ou está fora desse mundo?

Rosa Parks morreu aos 92 anos e nos deixou um forte legado: a informação de que podemos mudar o padrão, podemos modificar a realidade, mesmo que ainda de maneira lenta no espaço/tempo.

O importante a frisar é que os controladores do tempo farão de tudo para que muitos não tenham essa percepção. 

E concordando com o pensamento de  Rosa Parks...
 eu estou cansada de desistir e farei o possível para mudar minha realidade

laura botelho




18 de mai de 2012

Video - Eram os deuses extraterrestres?



Uma boa dica de video para o fim de semana.
Base lunar
Ofereço a você essa pérola de informação em forma de documento. (vídeo no final desse texto)

Isso significa que o diretor foi a fundo na pesquisa para nos dar a melhor visão do tema nessa pelicula feita no final dos anos 60.

Guardadas as devidas proporções, esse documento não tem a informação que temos hoje. Ele foi produzido numa época onde tudo isso era “ficção”, não havia Google, Orkut (2004, mas somente praticada por brasileiros a partir de 2008) , Facebook (2004, mas somente a partir de 2008 teve reconhecimento popular brasileiro.)  

Perceba que o Google – a maior rede de informação do planeta – tem poucos anos de existencia. Foi gerada em 1996, mas a humanidade só tomou conhecimento por volta do ano 2000, e tem gente que nem sabe para que serve essa ferramenta e como utiliza-la...

Toda a informação que você teve em pouco espaço de tempo foi devido a INTERNET – a teia global que nos une numa mesma sintonia – ela nos leva a focar em um evento e produzi-lo!!

A intuição está aumentada. Podemos enxergar além, devido a quantidade de informação que nos chega através da WEB.
Estamos mais próximos, mais conectados, mais atualizados e mais atentos a tudo. Podemos fazer elos e elos com outros conhecimentos anteriores e inconscientes num piscar de olhos.

Cruzamos dados usando nosso computador biológico = cérebro, nos preparamos para o dia seguinte e temos mais escolhas que em qualquer época da história da humanidade.

Se fazemos escolhas “erradas” ou “não tão acertadas na nossa vida”, a responsabilidade é única e exclusivamente nossa. Não há mais desculpas em “não saber algo”.

A alienação sobre tudo que o cerca na sua vida tornou se uma escolha e não mais a culpa do sistema.

Eram os Deuses Astronautas?  “Erinnerungen an die Zukunft” – título original do livro escrito pelo suíço Erich von Däniken em 1968.

Li esse livro quando tinha meus 17 anos (35 anos atrás) – por ironia do destino quem me apresentou o texto foi um Maçon na família
Aaaah... se eu soubesse naquela época o que sei hoje...

Há nesse momento material farto à disposição de qualquer humano e não humano, para concluir uma pesquisa séria, o que antes cabia a poucos escolhidos.

Nesse resumido documentário sobre o livro, Von Däniken apresenta, como provas da existencia de “deuses” no passado, as ligações entre as colossais pirâmides egípcias e incas, as quilométricas linhas de Nazca, os misteriosos moais da Ilha de Páscoa, entre outros grandes mistérios arquitetônicos.

Däniken já falava sobre o cruzamento de  "extraterrestres" e espécies primatas, gerando a espécie humana – Homo Sapien no seu discurso.

Espero que você assista até o final. Pense, reveja e reflita sobre o que ele expôe. Entender que nossa vida está  sendo orientada por um grupo extraterrestre irá mudar todo o conhecimento na Terra.

Quanto maior o numero de mentes conscientes, maior serão as chances de mudarmos os eventos que “ELES nos programam para ver

Então VEJA e MUDE!!!!!!





meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos