Google

Translate my page Google

30 de mar de 2012

Muito barulho por nada?



AL Tchijevsky, cientista russo apresentou um documento à Sociedade Meteorológica Americana, na Filadélfia, já no final do século 19.

Ele construiu um "Índice de Excitabilidade da Massa Humana", que abrange a cada ano estudados de 500 aC a 1922 dC.

Ele investigou as histórias de 72 países nesse período, observando sinais de inquietação humana, como guerras, revoluções, motins, expedições e migrações, e mais o número de seres humanos envolvidos.

Tchijevsky descobriu que 80% dos eventos mais significativos ocorreram durante os anos de máxima atividade solar. Ele sustentou que o período "excitante" pode ser explicado por uma mudança aguda no caráter nervoso e psíquico da humanidade, que ocorre em manchas solares máximas.

Tchijevsky descobriu que o mínimo solar (menos energia/informação) é o período de latência, quando a repressão é tolerada pelas massas, como se os humanos não tivessem a energia vital para fazer as mudanças necessárias.

Ao contrário, da máxima com manchas solares, o movimento de seres humanos tem um pico, diante do mecanismo que leva radiação ultravioleta em maior quantidade ao planeta.

Uma radiação que produz corrente elétrica, vibrações no Campo que operam de forma adaptativa do organismo como um todo, produzindo memória, razão, imaginação, emoçãosecreções, ação muscular, a resposta à infecção, o crescimento normal, e o crescimento de tumores benignos e cânceres, os quais são regidos por adaptativamente as cargas elétricas que são geradas pelas ondas curtas ou radiação ionizante no protoplasma.

De acordo com George Lakhovsky, o núcleo de uma célula viva pode ser comparada a um circuito elétrico oscilante e o desequilíbrio dinâmico das células gera um sintoma, uma “doença”.

Não estamos apenas sendo constantemente bombardeados com radiação do espaço, mas também estamos vivendo em um mundo de motores elétricos e ondas sem fios, os nossos corpos estão constantemente levando uma surra de todas essas radiações ao nosso redor.

Ter consciência sobre isso lhe dará condições de se re-equilibrar sempre que sentir suas energias baixando. Procure sempre o equilíbrio.

A máxima de manchas solares está ocorrendo, as erupções solares e as reações subsequentes geomagnéticas efetuam as muitas mudanças sutis que ocorrem dentro de nossos corpos em nível atômico.

Sabemos que é o magnetismo sutil de cargas positivas e negativas que puxam certas partículas através das membranas das células para produzir energia.

O aumento de ondas de energia durante uma tempestade solar provoca uma excitação nestas reações electroquímicas dentro do nosso corpo mudando naturalmente os processos biológicos dos seres vivos. Estamos vibrando mais.

Dados do século 19 sobre alucinações e distúrbios magnéticos foram encontrados para exibir uma correlação direta e estatisticamente significativa sobre influências magnéticas no hormônio pineal, na melatonina, sugerindo uma fonte de variação de humor.

Todos recebem a mesma luz/energia/informação no planeta


A informação que está chegando está afetando seu comportamento, suas ideias, sua maneira de ver o seu próprio mundo. Os que não têm informação sobre esses aspectos envolvidos sentem-se mal, não sabem lidar com essas mudanças e vibram diferente, em desarmonia.

Muitos são levados a reagir com violência a essa sensação inexplicável. A taxa de homicídios disparou no mundo todo com requintes de crueldade, violência.

Os crimes considerados violentos são homicídios, tentativas de homicídio, estupros, roubos e roubos a mão armada.

Crimes violentos cresceram quase 11% em Minas Gerais no ano passado
Segundo o Pnud, à exceção de Barbados e Suriname, as taxas de homicídio subiram nos últimos 12 anos em todos os países do Caribe. Junto com a América Latina, a região é responsável por 27% das mortes criminosas no mundo.

Suicídios, ataques cardíacos, derrames, depressão profunda, pânico, fadiga e irritabilidade são todos produtos do medo – medo inconsciente de algo que não conseguem explicar, apenas somatizam.

Somatizar = O termo foi gerado pela tradução cientificista em inglês do termo alemão Organsprache "fala dos órgãos", originalmente criado por Wilhelm Stekel (1868-1940) no início do Século XX. Pesquisem sobre ele.

O MEDO provoca duas ações – o ataque e a fuga – cada um desses é um programa básico que nos mantém VIVOS - a todos seres nesse planeta - e cada um reage conforme seu programa/script = ataca ou foge.

A melancolia, depressão é um sintoma de medo, medo do futuro, do incerto, do que não se pode controlar - uma FUGA

Agitação social, agressão física a gays, crianças, mulheres e a todo tipo de segregado, são sintomas de ATAQUE – Medo das suas necessidades básicas não serem atendidas.

Perceber esse mecanismo de comportamento lhe dará condições de mudar o rumo de sua história e vibrar em consonância, coerência com aquilo que acredita. Essa é a hora.

Eles estão nos guiando para o matadouro...

A grande depressão em 1929 foi deliberadamente criada pela Federal Reserve

Escreveu Alan B. Jones em seu livro - How The World Really Works - 1996, mostrando como o mundo realmente funciona

Federal Reserve foi criado como uma ferramenta para consolidar e controlar a riqueza mundial.

“Os banqueiros internacionais estavam agora prontos para fazer uma matança grande", afirmou Allen. 

Entre 1923 e 1929, Alan Jones descreveu, "o Federal Reserve expandiu (insuflou) a oferta de dinheiro em 62%. Boa parte desse dinheiro foi usada para novo lance do mercado de ações até alturas vertiginosas. Ao mesmo tempo em que enormes quantidades de dinheiro de crédito estavam sendo disponibilizados"

O "corte", escreveu Alan, causou um desespero que produziu uma disposição para aceitar uma grande expansão do controle do governo sobre a economia. 

Ele aconselhou: “A próxima depressão será usada como desculpa para completos socialista-fascistas controlarem em casa a criação de um mundo Superestado internacionalmente” (Nova Ordem)

O congressista Louis McFadden, presidente do Comitê Bancário da Câmara, declarou sobre a Depressão = "Não foi acidental. Foi uma ocorrência cuidadosamente planejada"

Os banqueiros internacionais buscaram trazer uma condição de desespero aqui para que possam emergir como governantes de todos nós. "A Grande Depressão é outro exemplo da fórmula Problema-Reação-Solução”

"Os preços das ações despencando arruinaram os pequenos investidores, mas não os principais “insiders de Wall Street" “ escreveu Perloff. 

Paul Warburg tinha emitido uma dica em março de 1929 de que o acidente estava por vir. Antes que o fizesse, John D. Rockefeller, Bernard Baruch, Joseph P. Kennedy, e outros barões do dinheiro saíram do mercado.

“O abandono precoce do mercado não só preservou as fortunas desses homens, como também lhes permitiu retornar mais tarde e comprar empresas inteiras falidas” disse Perloff

Praticamente todos do clube interior foram poupados do futuro "naufrágio". Não há registro de qualquer membro da direção com bloqueio entre o Federal Reserve e os principais bancos de Nova York, e seus clientes principais terem sido pegos de surpresa.

“Com efeito, os banqueiros internacionais, tendo criado a Grande Depressão, agora emprestam a América o dinheiro para recuperar-se” Ele acrescentou

Naturalmente, os juros sobre esses empréstimos seriam suportados nas costas dos contribuintes para os próximos anos.

"Pensar que o Crash cientificamente de '29 foi um acidente ou o resultado de estupidez, desafia toda a lógica", concluiu Alan.

Muito barulho por nada?
Você ainda acredita que o Brasil está de vento em popa para negócios? Estamos bem na fita perante outros países do mundo? Somos os reis da cocada preta? Vamos comprar apartamentos em Miami e criar cabras no Central Park?

Que “porto maravilha”, copa do mundo e pré-sal é a melhor coisa que podia nos acontecer?

Fica esperto, alguém vai puxar seu tapete em muito breve...

“Muito barulho por nada” é titulo de umas das inúmeras peças marcantes da pseudo autoria do ilustre Shakespeare, um texto escrito por volta de 1598-99, por aí.

Shakespeare tem seus mistérios... Mas eles não estão em seus textos, mas, e precisamente, em sua vida particular.

Dezenas de volumes têm sido escritos por respeitados historiadores, que deduziram através de muita pesquisa que Sir Francis Bacon é o verdadeiro autor das peças e sonetos atribuídos a um senhor de nome William Shakespeare...

Claro, que isso não será pauta de tese de mestrado em Línguas ou Filosofia em nenhuma universidade do mundo. Você faz ideia o que isso poderia causar na cabeça arcaica de quem não tem a menor ideia sobre o que realmente acontece nos bastidores da história da humanidade?


“Como assim?
Não foi Shakespeare que
escreveu Romeu e Julieta???!!!”

Pois é... não foi, não.
Sir Francis Bacon, um Rosacruz de alto escalão, editor da Bíblia "moderna", patrono da democracia "moderna", e um dos fundadores da Maçonaria "moderna", do Direito  "moderno", escreveu e reproduziu sua vasta cultura e ensinamentos secretos da Fraternidade e os verdadeiros rituais da Ordem Maçônica, em textos sublimes, mas que não poderiam ser dedicados a ele à época.

Suas obras em metáforas poéticas atravessariam séculos mantendo sua identidade a salvo dos caçadores de illuminatis e para isso, atribuiu seus pensamentos a um homem humilde e ignorante que não lhe daria trabalho futuramente.

Essa suspeita se fosse anteriormente provada, envolveria aspectos mais profundos da ciência, religião e ética, encontrando também nessa pauta, a chave para a sabedoria perdida da antiguidade – uma realidade que jamais poderia sair de um ambiente altamente controlado à sete chaves por grupo dominante.

Mas foi WF Wigston em seu livro que chamou atenção para o fantasma Shakespeare e a máscara Rosacruz.

William Shakespeare – “Billzinho” para os íntimos - não poderia, sozinho, produzir escritos imortais que carregam seu nome até essa data. 

Ele não possuía cultura literária necessária para a cidade de Stratford onde foi criado. Shakespeare tinha pouca escolaridade. Não teria capacidade intelectual de transmitir as informações da forma que fez e passar a aprendizagem refletida nos escritos atribuídos a ele. 

Seus pais eram analfabetos.
Lembrando que parte da população considerada menos privilegiada nos séculos anteriores ao “Renascimento”, composta normalmente por lavradores, comerciantes e artesãos, não tinham direitos políticos nem acesso ao saber.

Só a classe dominante podia ter
conhecimento sobre nosso passado, isso ainda é poder!!

Esse filme nunca foi publicado - foi suspenso
Mas não estamos falando do conhecimento de “cátedra”, viciado, manipulado e contra-informativo. Esse não. Falo do conhecimento sobre quem realmente somos e o que somos diante dessa apresentação teatral ridícula e falaciosa que vivemos.

"Não pode haver nenhuma dúvida que Ben Jonson - Um íntimo de ambos Bacon e Shakespeare - estava na posse da composição do segredo das obras de Shakespeare." - disse Caldecott.  

Jonson foi por algum tempo o ex-taquígrafo e intérprete Latino, e teve sua estreia como dramaturgo produzido por Shakespeare - ele foi colocado perfeitamente no lugar certo, uma peça fundamental para manter a farsa adiante.

Na verificação da vida de Shakespeare pode ser constatado que mesmo sendo ignorante no aspecto didático, ele ainda tinha total desprezo para qualquer tipo de estudo.

O método de rabiscar seu nome nas assinaturas é uma copia preparada e guiada de sua mão enquanto escrevia. 

Uma biblioteca bem abastecida seria no mínimo uma parte essencial do equipamento de um autor cujas produções literárias demonstrariam estar familiarizado com a literatura de todas as eras, o que não há registro de que Shakespeare possuía uma biblioteca, nem se faz qualquer menção de livros em seu poder.

Não há manuscritos autografados por "Shakespeare" que possam ter acesso ao público, peças ou sonetos. Nem o conhecimento sobre eles. Onde é que William Shakespeare garantiu seu conhecimento do francês moderno, italiano, espanhol e dinamarquês, para não dizer do latim clássico e do grego?

Sua residência em Londres ao longo de um período de 25 anos, período durante o qual supõe-se que tenha escrito 37 dramas, 150 sonetos, e dois ou três poemas menores, além de acumular uma fortuna considerável, nunca foi visto pessoalmente, foi totalmente desconhecido do círculo social literário e político da época.

O que também chama atenção é que nenhum de seus herdeiros foi envolvido na herança após a impressão do First Folio após sua morte. Se ele tivesse sido o seu autor, manuscritos de Shakespeare e peças de teatro inéditas, certamente constituiriam os seus bens mais valorizados mundialmente.

Certos absurdos também na vida privada de Shakespeare são inconciliáveis. Embora supostamente no auge de sua carreira literária, ele estava realmente envolvido na compra de malte, presumivelmente para um negócio de cerveja! Ele era um boêmio, amante da vida boa!

Quem, conhecedor do conceito de saúde como Paracelso poderia ter concebido, Sonho de Uma Noite de Verão? Um pinguço!?

Constance Mary Fearon Pott (1833-1915) observou que muitas das ideias e figuras de linguagem no livro de Bacon também podem ser encontradas nas peças de Shakespeare.

"Todas as coisas que as peças de Shakespeare demandam que um autor deve ser - um homem de vasta ambição e sem limites e conquistas, um filósofo, um poeta, um advogado, um estadista " Caldecott

Não se pode escrever algo que você desconhece. Shakespeare era um analfabeto funcional, seus pais assinavam documentos com um “X”. Seus dois filhos não sabiam ler, mal assinavam seus nomes. Sua filha mais velha não podia reconhecer a assinatura do próprio pai.

A revelação mais notável nesse babado todo foi que Bacon era o filho da rainha Elizabeth que estava “secretamente casada” com Robert Dudley, conde de Leicester, que foi pai de ambos BaconRobert Devereux - 2 º Conde de Essex, impiedosamente executado pela própria mãe/rainha em 1601. 

Bacon foi o verdadeiro herdeiro do trono da Inglaterra, mas foi excluído do seu lugar de direito. Esta trágica história de vida era o segredo escondido nas peças teatrais de grande sucesso a que nos tanto emocionou todos esses anos...

Henry VIII - pode ser interpretada como alusão à queda de Francis Bacon do cargo de Procurador-Geral em 1621, o que coincidiu com o fim de Shakespeare, a saída do autor de cena.  O jogo tinha sido alterado, pelo menos, 5 anos após a morte de Shakespeare, em 1616. 

First Folio foi publicado em um período de (1621-1626), quando Bacon tomou a publicação de suas obras para a posteridade após sua queda do cargo, o que lhe deu muito tempo livre para juntar seus textos e organiza-los para não serem perdidos ao acaso.

O que podemos ver claramente é que esses fatos não podiam ser amplamente divulgados por conta da dificuldade de acesso a livros, textos em várias línguas diferentes, o que ficava sempre restrito a um grupo dominante dessa informação.

Gênesis 11
A Torre de Babel
1. Agora o mundo todo tinha uma linguagem e um discurso comum.
2.Como as pessoas se mudaram para o leste, acharam um vale no Sinar e lá se estabeleceram.
 3. Disseram uns aos outros: "Vem, vamos fazer tijolos e cozê-los completamente." Eles usaram tijolos ao invés de pedra, e betume para argamassa.
4. Então eles disseram: "Vinde, edifiquemos para nós uma cidade, com uma torre que alcança os céus, para que possamos fazer um nome para nós mesmos;. caso contrário, serão espalhados sobre a face de toda a terra "
 5. Mas o Senhor desceu para ver a cidade e a torre que as pessoas foram construindo.
 6. O Senhor disse: "Se como um povo estão falando a mesma língua antes que começaram a fazer isso, então nada que pretendem fazer será impossível para eles .
7. Vinde, desçamos e vamos confundir a língua deles para que eles não mais se entendam um ao outro."
8. Assim o Senhor os espalhou dali sobre toda a terra, e eles pararam de construir a cidade.
9. É por isso que foi chamado Babel, porque ali o Senhor confundiu a linguagem de todo o mundo. De lá, o Senhor os espalhou sobre a face de toda a terra.

Em Muito Barulho por Nada, obra atribuída a autoria de Shakespeare, narra um conflito diário entre pares, pessoas que se amam, mas que não podem ficar juntas ou seguirem felizes seus objetivos por conta de intrigas e mentiras.

Francis Bacon mostra os jogos e as trapaças na sociedade que levam as pessoas a sua própria ruína diante da contra informação social a que estamos sendo levados.

Mas agora nós sabemos e vamos fazer muito barulho, mas não será por "nada" - será para despertar quem ainda está dormindo...

laura botelho

Filme que retrata a historia real por trás dos bastidores.

27 de mar de 2012

Video - Aliens no passado - os deuses



Para quem não tem TV a cabo e ou não tem na sua assinatura esse canal do History Channel deixo aqui um dos episódios sobre Aliens no passado (Ancient Aliens) – Legendado falando sobre os deuses aliens.

Daqui para frente vou postar mais vídeos desses, pois não sei mais o que posso acrescentar com meus textos.

Voltarei a escrever quando tiver um assunto de extrema importância a ressaltar. Até lá espero que leiam as matérias anteriores que poder ajudar muito a entender esse documentário e outros. Uma informação leva a outra e outra.

Conexões! Façam conexões de informação.

Laura Botelho







Esse não está legendado - é recente, mas veja as imagens!!!!






22 de mar de 2012

História humana - ciência ou ficção?


Estou de volta!
Parei para ler, pesquisar. Meus dias estão cada vez mais curtos para tanta coisa a rever. Cada dia daqui a frente de nossas vidas será como um reveillon. Teremos que “zerar”, limpar os arquivos, as pastas, e começar a organizar a informação nova que está chegando, e estou zonza com ela...

Zero hora do dia 31 de dezembro, virada para 1º de janeiro de um próximo ano é um programa novo em nosso arquivo pessoal. Tem apenas pouco mais de 500 anos

A virada de um “ano novo” ou Réveillon (réveiller - Frances - significa = despertar, acordar) não é o mesmo para muitas culturas, mas os festejos ganharam uma dimensão além da “lógica” –  tornou se algo programático onde impele a humanidade a se voltar para essa data e hora agendada por todo o Globo terrestre.

No século XVI, o Ano Novo (despertar) era festejado em 25 de Março, data que marcava a chegada da primavera no Hemisfério Norte - A Primavera do hemisfério norte é chamada de "Primavera boreal", e a do hemisfério sul é chamada de "Primavera austral".

As festas dessa “virada” duravam uma semana e terminavam no dia 1º de Abril

A "Primavera boreal" tem início, no Hemisfério Norte, a 21 de Março e termina a 21 de Junho.

A "Primavera austral" tem início, no Hemisfério Sul, a 23 de Setembro e termina a 21 de Dezembro.

Um belo dia, um tal de Papa Gregório XIII instituiu que o 1º de Janeiro seria o primeiro dia do ano, mas alguns franceses resistiram à mudança e quiseram manter a tradição do dia 1º de abril como sendo a data de inicio para um novo ano.

Já viu que muitos soltavam fogos o ano todo, a coisa virou uma zona danada, ninguém se entendia se o ano era “novo” mesmo ou não, mas o importante é beber e comemorar!! Que interessa se o “ano é novo”? Vai ser a mesma droga dos anos anteriores...

Mas os que mantiveram o 1º de abril para fazer a festa foram sacaneados por isso. Institucionaram a partir daí o dia da mentira, ou dia dos “tolos”

Cá entre nós, seja inicio de abril ou de janeiro, todos os dias do ano são dos todos...

Na Babilônia, a festa do novo ano começava na lua nova indicando o equinócio da primavera, ou seja, um dos momentos em que o Sol se aproxima da linha do Equador – período em que os dias e noites têm a mesma duração.

No calendário atual, esse fenômeno ocorre em meados de março - mais precisamente em 19 de março, data que os esotéricos comemoram o inicio do ano-novo – é o dia so astro rei = Sol

História Oculta da Humanidade - Arqueologia Proibida

Anatoly Timofeevich Fomenko nasceu em 1945 em Donetsk, Ucrânia.
É um matemático Russo, topólogo, membro da Academia Russa de Ciências - pai da nova cronologia universal – ele deu uma nova interpretação para a história do mundo. 
.
Anatoly escreveu um livro que foi baseado em suas pesquisas e que hoje faz muito sentido com o que estamos vivenciando agora - e o título por si só já nos aguça a curiosidade.

“História: Ficção ou ciência?”

Casamento do Imperador Otto I
O matemático Anatoly é considerado o “pai da nova cronologia universal”. Ele “passou a limpo” a história da Terra com base em suas pesquisas e afirma que a cronologia do nosso mundo - como “eles” nos mostram - é falha, os dados foram simplesmente reunidos por métodos não-científicos e ninguém nunca se dispôs a contradizê-las, investiga-los...

Por que será...?

Sua teoria afirma que a história do mundo que “conhemos” começa a partir do século 11  (sobre os eventos antigos e “medievais”) e que dificilmente haverá um documento que possa ser confiavelmente datado antes do século 11

Ou seja, Antoly verificou que a história da nossa vida tem um pouco mais de 2mil anos apenas. A maioria dos antigos artefatos arqueológicos consensuais mostra que todos os eventos narrados nos livros escolares giram entre 1.000 e 400 anos atrás.

A alteração do calendário teria sido feita cerca do ano 700 depois do suposto nascimento do cristo, e se fôssemos corrigir as mudanças, o ano de 2.012 viria a ser 1.712.

O Imperador Otto contou com a ajuda do imperador bizantino Constantino VII e o Papa Silvestre II para falsificar as datas de registros antigos, e seus escribas não apenas reescreveram a história, mas fabricaram biografias de muitos indivíduos da história, como Carlos Magno Harun al-Rashid

Ele também argumenta que a maior parte da literatura Mundial, arte antiga, e a História foram criadas durante a Renascença.

Histórias da Roma Antiga, Grécia e Egito foram criadas durante o Renascimento por humanistas e clérigos na sua maioria com base em documentos de sua própria criação.

Que esta cronologia foi amplamente divulgada por Joseph Justus Scaliger no Opus Novum de emendatione temporum (1583) e temporum Thesaurum (1606), e representa uma vasta gama de datas produzidas sem qualquer justificação cientifica. Que esta cronologia foi concluída pelo jesuíta Dionísio Petavius ​​em De Doctrina Temporum , 1627 (v.1) e 1632 (v.2);

Antigo Testamento é uma interpretação de eventos de 14 a 16 séculos antes do cristo na Europa. O Novo Testamento é uma interpretação de eventos de 1.152 - 1.185 depois do cristo.

O protótipo mais provável para a história do personagem Jesus foi um imperador bizantino de nome Andrónico I Comneno (1152-1185), conhecido por suas reformas malucas foi condenado pelo povo. Suas características e ações foram refletidas em 'biografias' de muitas pessoas reais e imaginárias

Contas diferentes dos mesmos acontecimentos históricos são muitas vezes 'atribuídos' a datas e locais diferentes por parte de historiadores e tradutores, criando várias cópias "fantasmas" desses eventos. 

Estas "cópias fantasmas" foram frequentemente introduzidas por séculos ou mesmo milênios na cultura mundial e acabaram sendo incorporadas a cronologia convencional.

Datas Arqueológicas, datas paleográfica, datas numismática, datação por carbono e outros métodos de se encontrar um “tempo” dessas fontes antigas e artefatos conhecidos hoje, são errôneas, não exatas ou dependentes da cronologia tradicional que não é coerente!

Mas 37 horóscopos egípcios encontrados em Dendera, Esna estão precisos, com datas que vão desde do ano 1.000 e até 1.700 AD (ano domini). Ou seja, toda nossa “história” se resume a 2 mil anos.

Foi verificado por exaustivas pesquisas que a História “Oficial” Russa é uma falsificação grosseira inventada por uma série de estudiosos alemães (leia-se arianos) que trouxeram para a Rússia para legitimar a usurpação da dinastia Romanov

Moscou foi fundada tão tarde quanto acreditamos – em meados do século 14 BC. O czar Ivan, “O Terrível”, é um agrupamento de nada menos que 4 governantes, representando duas dinastias rivais: os governantes legítimos Godunov e os ambiciosos Romanov

Rússia e Turquia faziam parte do mesmo império. Este antigo estado russo foi governado por uma estrutura dupla de autoridades civis e militares e as hordas eram realmente exércitos profissionais com uma tradição de recrutamento ao longo da vida – um recrutamento chamado "imposto de sangue"

E para finalizar: O Apocalipse foi escrito depois de 1486 é um produto recente – um script para que o cérebro visualize e crie.

Eu já escrevi aqui muitas vezes que o cérebro é apenas um computador biológico que interage com uma entidade consciente – dê o nome que melhor lhe agradar – deus, alma, mente, espírito, energia, ego etc

O cérebro não é mais “consciente” do que sua calculadora de bolso ou PC, desktop. Ele é apenas um aparelho para a descodificação das informações que nos chegam, que analisa, explora e aprende com o universo tri-dimensional em que vivemos.

Portanto, aprender a usar essa máquina é fundamental, pois se você não souber, alguém o fará por você – sempre.

O cérebro é composto de circuitos, de uma série de complexas teias (WEB) (redes neurais) que estão sendo continuamente modificadas por nosso ambiente devido a carga de informação e experiências que nós vivenciamos diariamente. 

Nossa consciência é a interface com o cérebro para a transmissão das necessidades da "alma". 

A alma (consciência/informação) como fóton receptor/plasma eletromagnético, permite através do campo eletromagnético do corpo fazer comunicação com nosso sistema nervoso central - medula espinhal – uma interação que explica por que a alma se separa do corpo no momento da morte

Uma imagem análoga é a de uma TV que é destruída ao cair no chão. O aparelho já era, mas a transmissão dos dados pode ser captada em outro aparelho!!

Sacsayhuaman -Peru
O que nos diferencia em termos de “recepção” de informação da alma não é tão somente a qualidade tecnológica do “aparelho” de ultima geração, mas, e antes de tudo, o “programa” que essa “alma” está sintonizando!!

Se “essa alma” só gosta de sintonizar um determinado programa onde não lhe agrega informação que necessita para crescimento particular de seu “mundo”, essa alma estará sempre à mercê de uma informação viciada ou deturpada do seu mundo.

Saber sintonizar a informação no momento certo é seguir a intuição. E intuição nada mais é que INTERCONEXÔES de informações. Ela segue aquilo que você foca. Se sua intuição te levar a crer que Laura só diz besteira, procure outro canal!!! Pesquise! Mas não se limite a julgamentos sem fundamenta-los!!

A Torre de Babel – Genesis 11

1. Agora o mundo todo tinha uma linguagem e um discurso comum
2. Como as pessoas se mudaram para o leste, acharam um vale na Sinar (Babilonia) e lá se estabeleceram.
3. Disseram uns aos outros: "Vem, vamos fazer tijolos e cozê-los completamente." Eles usaram tijolos ao invés de pedra, e betume para argamassa. (daqui nasceram os maçons?)
4. Então eles disseram: "Vinde, edifiquemos para nós uma cidade, com uma torre que alcançará os céus, para que possamos fazer um nome para nós mesmos;. caso contrário, serão espalhados sobre a face de toda a terra "
 5. Mas o Senhor desceu para ver a cidade e a torre que as pessoas foram construindo. 
6. O Senhor disse: "Se como um povo falam a mesma língua desde quando começaram a fazer isso, então nada que pretendam fazer será impossível para eles .
7. Vinde, desçamos e confundamos a língua deles para que eles não se entendam um ao outro.
 8. Assim, o Senhor os espalhou dali sobre toda a terra, e eles pararam de construir a cidade.
9. É por isso que foi chamado Babel, porque ali o Senhor confundiu a linguagem de todo o mundo. De lá, o Senhor os espalhou sobre a face de toda a terra...

Kachina azul, Plasmas etc

Por mais de 30 anos Anthony Peratt, uma autoridade líder em fenômenos de plasma, concentrou suas pesquisas em laboratório sobre as formações instáveis ​​que se desenvolvem com alta energia de descarga elétrica registrando em imagens a evolução dessas configurações através de dezenas de fases

Diante dessas pesquisas David Talbolt chamou a atenção para a semelhança das imagens de descargas de plasma com as imagens de arte rupestres ao redor do mundo – o que comprova que enormes e aterrorizantes choques de plasma no ceús foram vistos por nossos antepassados e eles reproduziram o que viram nas paredes e pedras.

"Instabilidades Peratt" é o nome dado a essas descargas, a partir da pesquisa do autor, a ser o primeiro a documentá-las.

Não foi difícil daí em diante observar que o fenomeno “Peratt” estava em todos lugares esculpida em pedras por milhares de pessoas - as próprias formas que ele tinha observado em laboratório. 

A correlação foi tão precisa que chocou os cientistas.
Um fato que não poderia ser mera ”coincidencia” registrada com exatidão em 25.000 imagens de arte rupestre!

Ele diz em nota academica: “Os padrões petroglyphados recorrentes são reproduções de fenômenos de plasma no espaço".

O que nos leva a crer que o que nos foi deixado é um dramático esforço dos antigos para nos relatar o que se passava na época.

Portanto, imagens do sol, a lua e as estrelas refletem reais fenômenos celestes que são precisos e coadunam com investigações que só agora despertamos em pleno século XXl.

Peratt afirma que os artistas registraram fenômenos de descarga imensas vindas dos céus e se as conclusões de Peratt estão corretas, então, alguns anos atrás, o céu do nosso planeta esteve em chamas com tal atividade elétrica o que coaduna com relatos orais dos xamãs antigos.

As coisas vão mudar...

O que quero ressaltar aqui é que devemos questionar nosso passado. Está havendo uma cascata sucessiva de novas revelações. Não sabemos mais em que acreditar... estamos como cegos em tiroteio.

Mas uma coisa é muito clara para mim. O que está se passando já aconteceu antes – e não faz tanto tempo assim. E se algo catrastófico ocorreu recentemente, isso não afetou toda a vida  na Terra como “eles” querem que acreditemos.

Muita gente ficou presa no mesmo programa, pois não teve tempo de “acordar” e foram essas mentes presas aqui que retornam e retornam para descobrir uma saída.

A saída existe, mas vai depender única e excluisvamente de você – ninguém mais. Temos que fazer um exercício diario de pesquisa para despertar nossa mémoria aprisionada.

Lembrar quem somos nós e o que estamos fazendo aqui será o retorno ao divino, um retorno ao lar, depois de uma longa viagem no tempo...

laura botelho




8 de mar de 2012

Video - Estruturas misteriosas do passado

Para quem não teve oportunidade de ver na TV ou na data da apresentação, aqui está o programa na integra - 43 minutos - Legendado - do History Channel - sobre Estruturas inexplicáveis do passado.

Se você tem alguma  "explicação científica" para demostrar como homens do tempo das cavernas montaram, empilharam e movimentaram essas estruturas há mais 12 mil anos atrás, me conte.

Vamos acordar! O tempo está curtinho...


Video - Objetos maiores que a Terra entorno do sol



Fake? Photoshop? Uma montagem perfeita de alguém que não tem o que fazer?

Seja cético, questione, duvide, mas pense e dê uma possível explicação para essas imagens...

Se você souber o que são esses objetos massivos em torno do sol, me conte, por favor.

laura







Você tem que assistir a isso também 

5 de mar de 2012

Aprendendo a morrer


“A morte é a libertação total:
a morte é quando a gente pode,
afinal, estar deitado de sapatos”.
Mario Quintana




Ao dar início a esse texto, pensei mil vezes se colocaria esse título ou não. O impacto maior, pelo meu ponto de vista, é como abordar o tema “MORTE”, já que a maioria tem pavor de falar sobre tudo que a cerca.

Não tenho barreiras quanto a pesquisar o que tenho duvida, seja o tema que for. E por que não estudarmos sobre a morte, de uma forma simples e natural, tal e qual estudamos sobre o “NASCIMENTO”?

Por que diabos a maioria das pessoas têm tanta repulsa pela idéia da morte física se muitos já estão mortos espiritualmente há muito tempo? Esse sim é um tema que me assusta.

Se trocamos ideia sobre esse assunto (morte) na família, entre uma reunião de amigos, no trabalho ou num ambiente escolar, vem logo alguém (geralmente um religioso profundamente materialista) dizendo:

“Cruuuzes, gente! Que papo macabro? Vamos falar de vida! De Jesus, do todo poderoso!”

Daí o grupo se dissolve ou fica mudo e a ignorância permanece ad infinitum
Acredito que o medo que cerca o tema “morte” seja por pura ignorância. Temos medo daquilo que não conhecemos e ignorar o tema faz parte da sobrevivência social. Falar sobre isso torna você persona non grata.

“Complete sua vida. Morra na hora certa"
Nietzsche

Faço minha as palavras de Nietzche. Morra na hora certa! Nem antes, nem depois. (risos, muitos risos) O que quero abordar com isso é que não sabemos nada sobre a morte. Nada sobre o que vai além dela. Isso é um tabu, um tema que não deve ser falado. Conheço gente que não menciona a palavra CANCER, pois só de pensar no assunto, a pessoa acredita que isso possa atrair a "doença".

Entre os homens de 15 a 44 anos, o suicídio é a causa mais comum de morte na Suíça. Mas um estudo de uma universidade britânica concluiu que os suíços são, depois dos dinamarqueses, o povo mais feliz do mundo.

Quando existe um conflito entre a teoria e a evidência, nenhuma afirmação está imune à revisão e qualquer declaração pode ser mantida sob ajustes adequados a teoria. 

Então vamos ajusta-la.

Os Mayas sabiam há 1500 anos atrás sobre o alinhamento exato da Terra, o Sol e as Pleiades com o centro da nossa galáxia, pois nos deixaram pistas claras representadas por hieróglifo.


Expuseram exaustivamente que o centro exato da galáxia – denominado por eles como Hunab Ku ou The Butterfly Galactic – estava intimamente ligado com os rumos da humanidade e que um grande evento provocaria um movimento dramático em 21 de dezembro de 2012, em torno de 11:11 hora universal, quando o alinhamento preciso do nosso Sol com o centro galáctico ou Hunab Ku ocorrerá.

Os Mayas afirmam que o d’us supremo e Criador encontra-se num "disco rodopiante" faminto no centro da Via Láctea, uma consciência que organizou (e organiza) de tempos em tempos toda a matéria tal qual a conhecemos. 

As pirâmides de Teotihuacán = "Cidade dos Deuses", ao norte da Cidade do México está alinhada com as Plêiades, assim como as pirâmides egípcias de Gizé. “Coincidência”?

90% de “lixo” do nosso DNA – termo usado pela ciência para a falta de explicação para o restante de material – será atualizado até a data precisa. 


De acordo com a revisão em 1980 por Leslie Orgel e Francis Crick, o DNA lixo tem "pouca especificidade e transmite pouca ou nenhuma vantagem seletiva ao organismo". Mas cientistas Russos nos dizem que o nosso DNA pode causar padrões perturbadores no vácuo, produzindo assim buracos de minhoca magnetizados.

O DNA trabalha como captalizador biológico atraindo para a consciência e divulgando informação para os humanos que estão recuperando a memória individualmente, consequentemente, aumentando assim a consciência de um grupo, restituindo lhes o poder divino para criar, alterar e moldar a matéria.

Seria um processo eficaz de hiper-comunicação que leva toda a matéria organica (corpo) a uma nova forma de perceber o ambiente. Menos sintomas (doenças), menos fome, menos irritação, mais relaxamento e sincronicidade com tudo e com todos.

Pre-ocupar o cérebro com problemas ou eventos desgastantes e intensos, inibe essa comunicação, dificultando que ela seja bem sucedida, ou na pior das hipóteses, distorcendo ou dando carater inútil para a interrrelação dos fatos tão importantes para o aprendizado.

"Moisés então conduziu os Filhos de Israel para fora do Mar Vermelho e eles entraram no deserto de Shur. Eles andaram por três dias no deserto sem encontrar nenhum sinal de água. Eles chegaram a Mara, mas não puderam beber a água de Mara, pois era amarga; por isto o lugar foi chamado de Mara ["amarga"]." (Ex. 15:22-23).

Muitos textos nos dizem que haverá 3 dias de escuridão e hoje percebo que será a escuridão da alma – a total perda da compreensão sobre tudo que a cerca quando houver a perda do corpo (casulo). Um tempo suficiente para que a memória celular/atomica se auto reprograme com o novo ambiente.

Uma sensação tal e qual a de um membro extirpado. Mesmo que o braço ou a perna não faça mais parte do corpo, as células ainda sentem sua presença - seja sentindo coceira, dor, formigamento no local

Essa alma/energia, depois de morta, ainda sentirá fome, sede, dor e sofrimento de perda até que entenda que nada existe e que é apenas um programa que poderá ser deletado quando tiver conhecimento sobre isso.

Viktor Seleznyov, diretor do Instituto Geofísico da Academia Russa de Ciências (SB RAS) conduziu um relatório preocupante sobre o terremoto de magnitude 6,8 que atingiu a República Tyva no leste da Rússia, Sibéria na região entre 09 de fevereiro e 12 de Fevereiro 2012.

Diretor Seleznyov, adverte que as atividades sísmicas devem ocorrer com mais intensidade muito futuramente e que este evento é parte de um corpo crescente de evidências apontando para uma "rápida" mudança em nossos pólos magnéticos da Terra.

Para o efeito mais imediato dessa evidencia sobre o planeta, o relatório continua apontando para a perturbação estranha da corrente de jato. Essa mudança da corrente do vento no Hemisfério Norte - lado norte-americano - produziu o inverno mais seco e mais quente no registro da história, e que do lado europeu causou recorde de frio e neve registrado na história moderna.

Dezenas de voos da Continental Airlines para a Costa Leste da Europa foram obrigados a fazer paradas inesperadas no Canadá e em outros lugares para reabastecer depois de correr contra ventos excepcionalmente fortes sobre o Oceano Atlântico no fim de 2011.

No mês de novembro 2011 dos quase 1.100 vôos indo para os EUA tiveram que parar 43 vezes para reabastecer. Um ano antes, havia apenas 12 paradas não programadas em aproximadamente o mesmo volume de 757 vôos.

Tais paragens asseguram a quantidade mínima de combustível reserva – assim, garante que um avião possa voar 45 minutos além do seu destino ou a um ponto de pouso alternativo.

"Ventos contrários vindos da Europa estão mais extremos dos que nós vimos em 10 anos", disse um porta-voz da United.

Na última década, tinhamos uma média de ventos contrários em dezembro por volta de 30 nós, segundo dados da United. Porém dezembro de 2011 os ventos em média bateram os 47 nós, mas o pior dos 15 dias do mês chegou a 60 nós.

Na década de 1950, um cientista alemão chamado Ludwig Biermann postulou que não importa se um cometa é dirigido para perto ou longe do Sol, sua cauda sempre apontará para longe do sol. Isso acontece porque o Sol emite um fluxo contínuo de partículas que empurra a cauda do cometa para longe...

A Terra está continuamente sendo bombardeada por esse fluxo contínuo de raios gama - raios não exclusivamente negativo nem positivo, mas de ambos os tipos - elétrons negativos e íons positivos .

A Terra em si, é em grande parte, protegida do vento solar por seu campo magnético, que desvia a maioria das partículas carregadas, no entanto, algumas das partículas carregadas ficam presas no cinturão de radiação Van Allen e descem por “brechas” atingindo a superfície terrestre.

Poderes esquecidos
Recentemente me veio a memória o seriado “Jeannie é um genio” que eu costumava assistir quando pequena (anos 70) A trama freqüentemente usada é que Jeannie (genio) perde seus poderes quando ela é confinada em um espaço fechado.

Ela é incapaz de deixar sua garrafa quando é arrolhado, e sob determinadas circunstâncias, a pessoa que remove a tampa se torna seu novo mestre.

O melhor amigo de Tony e colega astronauta, o Capitão Roger Healey rouba a garrafa para saciar seu desejo de usar os poderes de Jeannie em seu próprio benefício, mas sempre se dá mal, e por conta disso, na maioria das vezes ele respeita o status de Tony como mestre de Jeannie.

Você é um gênio também, mas não sabe o poder que tem.

Está preso a um espaço restrito (suas crenças) que não permite que faça uso desse poder e acredita que somente poderá usa-los se “alguém” assim o permitir!

Por volta 1936 - Neiya Mikhailova ou Nina Kulagina mulher de origem russa - era uma dona de casa comum que descobriu que tinha poderes acima do que conhecemos – portanto, “paranormais”

A capacidade incomum de Kulagina rapidamente atraiu a atenção de pesquisadores soviéticos. Mais de 50 cientistas de ponta da antiga URSS, incluindo dois ganhadores do premio Nobel, a estudaram exaustivamente em busca de uma explicação para seus poderes aparentemente “sobrenaturais”

Nina Kulagina descobriu suas habilidades incomuns quando tinha 33 anos de idade. Seu talento mais famoso e de fácil apresentação, era a PSICOCINESE ou TELECINESE (telecinese - palavra grega - tele e kinese - "mover à distância").

A Clarividência, (a capacidade de ver objetos além da visão física) e a levitação eram outras capacidades “paranormais” que ela também possuía. Kulagina poderia acender um fósforo sem tocá-los.

Nina descobriu seu poder por acaso. No primeiro evento que ocorreu, praticamente atribuiu aos fenômenos a um "poltergeist" (palavra alemã que significa aproximadamente como “espírito barulhento”)

Mas com o passar do tempo Kulagina percebeu que o movimento aparentemente autônomo dos objetos vinha dela e não de um espírito ou qualquer outra entidade metafísica.

Descobriu em meio a eventos significativos que as situações emocionalmente tensas, especialmente quando estava muito irritada, exercia uma espécie de forte campo onde ela mantinha controle do ambiente onde estava.

Ela não entrou em pânico diante da descoberta, muito pelo contrário, aprendeu a controlar sua habilidade, submetendo à sua vontade e até mesmo oferecendo o poder ao estudo da ciência.


Neiya foi considerada por muitos a prova viva e inquestionável de que os fenômenos que provocava eram autênticos e poderosos, fugindo totalmente de qualquer duvida dos fatos que pudessem propagar o místico ou charlatanismo.

Apesar de não ser infalível, por vezes não conseguia realizar seus desejos com a telecinese, mas sempre estava disposta a demonstrar suas capacidades quando provocada.

Kulagina se submeteu repetidamente a demonstrações extenuantes de telecinesia e por várias vezes o esforço que fazia em apresentações era tão grande que o seu coração batia 240 batimentos por minuto.

Cientistas a desafiaram a parar o coração de um sapo. Eles queriam ver se sua energia interferia na biologia, no organismo vivo, e ela conseguiu.

Não satisfeito, um pesquisador foi mais ousado, se colocou no lugar do sapo e propôs que ela fizesse o mesmo com ele. A sorte do pesquisador foi que o experimento foi abortado quando ele estava à beira de um ataque cardíaco... Quase virou sapo.

Na primavera de 1990, Nina Kulagina morreu aos 64 anos, vitima de um ataque cardíaco fulminante, e muitos acreditam que foi resultante de exigências físicas na utilização de seus poderes. Ela trabalhava contra um campo muito intenso que não permitia que seus desejos fossem manifestados.

O que a ciência concluiu é que fortes campos magnéticos, acústicos e elétricos emanavam de sua cabeça e mãos e ela aprendeu a usa-los, mesmo contra todas as crenças.

“Toda direção é curva e todo movimento é em espiral."
Walter Russel

O fluxo de energia "atrai" ou "repele" a matéria. Fluxo é o alinhamento. O alinhamento nós chamamos de “saúde”, desalinhamento chamamos de “doença”.

Se seu corpo está alinhado - EQUILIBRADO = ESPIRITUAL, MENTAL E FISICAMENTE - a energia fluirá em conformidade e você colherá a energia na escala em que você está afinado.

O que é a iluminação de um Ser?

É quando o corpo humano como um todo = mente e físico - está consciente a um nível atômico. Não tendo nada a ver com ser mais ou menos “sabido” ou ter mais conhecimento que o outro!

É um alinhamento interno – a luz está dentro do ser que “reflete” naturalmente em seu externo. A luz sempre existirá – assim como uma estrela que já não existe mais reflete sua luz eternamente.

A Energia é normalmente aleatória, está em todos os lugares, vinda de todas as direções, sem uma ordem em particular, por isso temos que aprender a canaliza-la, a orienta-la para melhor uso consciente.

A razão pela qual um ímã é um ímã é porque os "átomos" que compõem o metal estão todos virados para a mesma direção, inclinando-se ao mesmo ângulo, etc  

Quando os átomos estão alinhados eles agem como um diodo para o fluxo natural de energia ao nosso redor. Um diodo cria ordem e conduz o fluxo de energia para a direção que se deseja.

Estar em equilíbrio espiritual, mental (emocional), físico dará maior capacidade de absorver mais e mais informação = energia.

Processos que diferem as percepções das muitas dimensões de realidade.

Terceira dimensão

Pensamentos e emoções são voluntariosas e reativas
Causa e efeito são ações conscientes
Metas só são alcançadas pelo "trabalho" – concepção obtusa de que apenas com "Trabalho duro" se cria a realidade
Conceito de “deus” – algo maior ou alguém é responsável por sua existência
Amor, atenção ao outro, em estado “condicional” – Tudo é aplicado ao “se” – Eu gosto de você “se”...
Preso ao espaço/ tempo – relógio biológico – passado - futuro.

Consciente apenas dos 5 sentidos – toda informação é traduzida pelo sistema nervoso central e o cérebro traduz as freqüências vibratórias conforme sua programação pré instalada.
Sobrevivência da espécie – necessidade de sexo para continuidade das futuras gerações e usado ingenuamente como manifestação de “amor”.
Polarização da luz e da escuridão causa efeito tempo / espaço / e trabalho
Necessidades básicas - alimentação, locomoção e proteção


Quarta dimensão

Upgrade (atualização) do DNA “lixo”
Consciência da sua realidade quanto a manipulação ilusória dos 5 sentidos pelo ambiente
Sua meta é o agora
Instinto, imaginação, criatividade e intuição aguçados
Espaço é mutável
Outras realidades” são observáveis além dos limitados 5 sentidos
O poder de escolha é consciente
Corpo aguardando mutação – sexo com realidade mágica – pleno prazer através da intenção e afinidade
Recordando vidas passadas por consciência coletiva
Comunicação por telepatia, intuição empática, através de sinais visuais de linguagem corporal
Consciência de si e da importância de todas as formas de vida – tudo afeta ao todo
Estado de equilíbrio em franco crescimento = redução dos sintomas (ausência de doença) como forma de expressão inconsciente de pensamentos – mente = reflexo = corpo/matéria
Ausencia de fome/nutrição organica
Locomoção - desejo de voar ou transformando a realidade para chegar lá
Condições plenas de interagir com seres de diferentes realidades dimensionais sem receio ou medo.
Missão - auxiliar aos encarnados inconscientes de sua nova realidade

Quinta dimensão

Total consciência da inutilidade do organismo vivo – partícula/matéria
Tornando-se andrógino corpo de luz – onda
Consciência de todas as vidas - dimensões abaixo
Consciência da Unidade - Todas informações são transmitidas para todos os membros da 5D (como uma pagina de relacionamentos tipo – facebook)

Experiência é instantaneamente manifestada – pensou = realizou
Percepção além-matéria – vivencia dos sonhos
Não há noção de tempo e nem de espaço
Aceitação incondicional – relacionamento criado por pensamentos e sentimentos mútuos sem necessidade de contato físico ou um “se”
Locomoção - local desejado, mentalizado é imediatamente experimentado
Missão – auxiliar as dimensões inferiores.

Muitos sucumbirão a dor da desprogramação, desistirão e ajoelharão para que alguém lhes salve de um evento que está preste a ocorrer – queira você acredite, ou não!

Aprender a morrer é uma filosofia de quem acredita que a vida, como experiência, não acaba, apenas se transforma - tal qual a lagarta vira uma borboleta...

Morte: nada de maior
simples passagem de um estado para outro – 
assim como quem se muda do estado do 
Rio Grande do Sul para Santa Catarina”.
Mario Quintana


laura botelho


meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos