Google

Translate my page Google

30 de jun de 2011

O segredo dos deuses


Olá pessoal!
Demorei a postar novos textos porque estava me dedicando a um, bem grandão!! Virou um livrinho!

Não dá para postar nas páginas do BLOG – ficou grande demais. Fiz uma pesquisa dentro do que eu entendo de colonização, exploração, inteligência tecnológica dos Anunnaki na história humana na Terra.

Não é o certo, nem a verdade, apenas um compendio de tudo que já escrevi aqui até agora.

Termino o livrinho com a minha conclusão a respeito do que percebo como “fim dessa era” ou dessa civilização.

Espero que o conteúdo possa ajudá-lo na sua pesquisa. Não se limite a crer no que deixei explicito em palavras, pois como símbolos, elas são limitadas, apenas livre-se de julgamentos e tire proveito do que recolhi nos livros que li.

Minha interpretação pode estar errada? Claro que pode!

Portanto, destaque o que lhe serve e vá adiante. Precisamos muito de muitas fontes de informação e meu BLOG é apenas uma pequena fração dela.

Juntos, montaremos uma imagem melhor do TODO.

Grande abraço a todos os que me ajudam a fazer desse espaço um centro de referencia para evolução humana, precisamos muito sair dessa para melhor, o pior, a gente já conhece...

laura botelho



9 de jun de 2011

IMPLICAÇÕES – por que a humanidade ainda não pode saber sobre ETs?



Tudo existe como um universo dentro de um universo
Pode-se dizer que um número infinito de hologramas pessoais menores vivem no holograma do nosso eu interior

O holograma pessoal é um lugar onde você está nesse momento – o aqui e agora. A matriz de consciência está ligada a realidade multi-dimensional a qual você observa e produz realidade.

Os elementos que constituem nossa existência só emergem do invisível quando as ativamos com a nossa atenção damos foco a ela, do contrário nada existe até então, apenas um mar de ONDAS (energia) e PARTICULAS (matéria)

Para que algo se torne “real” precisamos convocar imagens, lembranças, ideias, pessoas, situações, ambientes e sentimentos de toda a profundidade do vasto e invisível armazenamento do banco programático – MATRIX - para que ele venha e fique diante de nós, para que possamos ver e experimentá-los interativamente, num ambiente ao vivo em nosso holograma pessoal. 

E assim, você pode imaginar a liberdade que cada um de nós pode ter quando acionamos ou não esses bancos de dados. Um arquivo que nos faz representar uma realidade tão diferente, especial ou patética diante desse universo holográfico do outro ser.

Portanto, vamos viajar em “outra realidade” para então
podermos ver o que ainda não vemos...

Aliens, ETs, extraterretres, fantasmas, seres espirituais, divinos, ou seja lá o que for, aquilo que não seja explicado à luz da “razão”,  está ligado à esperanças e medos de cada um de nós, dependendo unicamente de como cada um quer aceitar essa “realidade”...

Esperança - de uma salvação, caso... toda a humanidade esteja em perigo extremo.
Medo - de uma aproximação que não seja justificável, prazerosa ou necessária, já que a humanidade não está em perigo.

Os ETs, Aliens, são muitos e de várias raças, sistemas e tempos e compatíveis com o DNA humano de centenas de diferentes raças. Diante disso, todas essas raças de ETs podem, (num certo sentido), serem considerados como  "humanos” ou pelo menos parecidos com humanos".


Somos seres especiais por conta dessa diversidade de raças e eles sabem sobre isso. E você, sabia?

ETs são considerados por 99% da humanidade como histórias imaginárias projetadas para fornecer rituais e ensinamentos morais, bem como entretenimento cultural para a sociedade, ou como fatos fictícios e simbólicos acontecimentos antigos, cujo caráter original e as circunstâncias foram parcialmente esquecidos por nós...

Keep It Simple, Stupid!

Dr. Hermann Oberth, maçon pioneiro em projetos nos lançamentos espaciais de foguetes tripulados americanos, enigmaticamente, declarou:

"Nós não podemos tomar o crédito para no nosso avanço recorde em determinadas áreas científicas sozinho, temos sido ajudados por pessoas de outros mundos."

Se “ele” disse isso, não é você que vai tentar negar, né meu amigo...?

Em 1934 os Grey humanóides e Governo dos EUA fizeram um tratado que mantinha em segredo sobre bases subterrâneas dos ETs reptilianos no oeste dos EUA.

Muitas destas bases estavam escondidas sob as reservas indígenas, e as bases primárias foram em Nevada, Arizona, Novo México e Utah.

Deste ponto em diante, os reis reptilianos vieram a este planeta em vigor a cada 13 anos: 1934, 1947, 1960, 1973, 1986, 1999, 2012

Em 1986, os superiores da raça branca Draconiana chegaram ao nosso sistema solar no "Planetóide", que conhecemos na Terra como o cometa Hale-Bopp.

Entre janeiro de 1947 a dezembro de 1952, pelo menos 16 naves alienígenas caíram ou foram derrubadas em nosso planeta por conta de um radar que até então, não era sabido que ele afetava a dinâmica das naves.

Destes acidentes, 65 corpos de seres extraterrestres, e pelo menos 1 (Batizado por EBE) vivo, foram recuperados

Os visitantes que caíram em Roswell não eram de outro planeta, mas humanóides do futuro. Voltando de uma Terra à frente de nossa realidade e caindo no tempo em 1947, numa tentativa de resolver sérios problemas que teriam ocorrido na sua história.

A origem das ligações com seres de outros tempos começou durante a administração Eisenhower, onde a família Rockefeller teve uma atuação destacada no desenvolvimento de “políticas sobre assuntos extraterrestres”.

Muito presentinho, espelhos e miçangas foram trocados. Rockefeller acabou eleito o controlo oficial dos programas relacionados com estrangeiros, um movimento que Eisenhower mais tarde se arrependeu...

Pactos de sangue entre Aliens e humanos foram feitos ao longo da história, mas os tolos humanos sempre foram passados para trás nesse acordo. Em 1955, os alienígenas decepcionaram Eisenhower e quebraram o acordo firmado anos antes.

Corpos humanos mutilados por tais seres foram encontrados junto a animais, também mutilados, em todos os cantos dos Estados Unidos. Os ETs não cumpriam a sua parte no "contrato", escondendo as listas de suas vítimas, ou apresentando-as ao MJ-12 incompletas - além de que estas continham relação de humanos que não eram devolvidos de suas abduções.

Os extraterrestres já manipulavam a um bom tempo a humanidade inteira através das sociedades secretas, feitiçarias, mágicas, ocultismo e de movimentos religiosos, não precisava de um bando de militares estúpidos para isso.

MJ-12  - Cientistas Alemãs que sabiam demais
Após a segunda grande guerra, 86 engenheiros aeronáuticos e 127 cientistas de foguetes, entre eles, von Braun, e seu chefe Dornberger, foram alvo de Operação Lusty (Luftwaffe Secret Tecnologia) dentre um total de cerca de 1600 homens - "nazistas", cientistas e engenheiros foram identificados e selecionados para transferência para os EUA numa operação sigilosa a fim de contornar a legislação dos EUA que proíbe asilo para os que estão ligados diretamente ao regime nazista, e aqueles que poderiam ser responsabilizados por crimes de guerra tiveram registros falsos pelo OSS.

Foram trazidos debaixo dos panos com a crença de que eles poderiam fazer uma “contribuição inestimável” para a máquina de guerra americana, pois todos teriam contato com tecnologia extraterrestre. Sabiam demais...

A operação de alta prioridade conhecida como Paperclip reflete a hipocrisia sobre todo avanço tecnológico que a humanidade teve e tem, a partir dos encontros e negociatas com seres de “outros mundos”.

O Projeto Manhattan, coordenado pelo Dr. Vannevar Bush, o fundador e chefe do Serviço secreto de Pesquisa e Desenvolvimento Científico (OSRD) influiu na autorização que resultou na construção da primeira bomba atômica, uma tecnologia Anunnaki com certeza.

Posso garantir que discos voadores existem
e que não são construídos por qualquer poder na Terra.”
Harry Truman
White House press conference, April 4, 1950


A literatura sacra, histórica e técnica indiana sabe de muitos mundos e dimensões diferentes e de vários tipos de seres que geralmente vão de lá para cá entre essas dimensões, assim como nós, provavelmente, fazemos de forma inconsciente. Uma informação que não é levada a sério pela ciência “moderna”.

Os Vimanas foram descritos no rico e longo período de literatura antiga e medieval indiana nos textos Vedas ou hindus - mais antigo do que a própria Bíblia - como veículos voadores do Império Rama com formas e diversos tamanhos, desde pequenas ao gigantesco – verdadeiras cidades celestes - tinham a capacidade de se deslocar a grandes velocidades na atmosfera, na água e no espaço.

Aparentemente esse império Rama existiu paralelo à civilização Atlante - há pelo menos 15.000 anos a.C. no norte da Índia.

Os problemas que os Grays humanóides do futuro estavam tentando equacionar (quando foram pegos pelo radar em Roswell) eram muitos, mas principalmente incluiria um possível evento disparado por um enorme "pico" de atividade solar em algum ponto da nossa existência.

Quando? Não sabemos...

Os eventos de larga escala são inevitáveis.
Não há ET bonzinho que possa resolver as mudanças do universo, isso é fato. O que possivelmente poderia ser feito, entretanto, seria minimizar os efeitos desse evento solar e foi o que eles prepararam.

Podemos fazer uma relação de causa e efeito – um link – aos zilhões de dólares gastos pelos governantes de vários países para cavar buracos no solo com bases subterrâneas diante d’ ELE (extintion level event - Evento com risco de extinção) para salvar algumas “criaturas” para a janta do dia seguinte.

Fica muito difícil saber o que tudo isso significa sem uma visão geral dos fatos, mas há suspeitas que poderiam haver 3 soluções alternativas para a “solução” dos problemas futuros desses humanóides, segundo esse grupo do futuro.

Alternativa 1: redução drástica da população da Terra;
Alternativa 2:  construir uma rede de bases subterrâneas para salvar uma pequena gama da população escrava;
Alternativa 3: estabelecer uma colônia dos mais brilhantes e melhores da Espécie Humana (raça superior) fora do planeta, em Marte.

A Base de Marte é multifuncional e tem uma população de indivíduos (nem todos são humanos do tempo atual) segundo depoimento de gente que conhece o tema.



Essa base está situada embaixo do solo, sob a superfície de um antigo mar, agora seco, aparentemente, que teria existido por milhares de anos, mas que teria sido reestabelecida no principio dos anos 1960 junto a inauguração de Brasília, aproveitando a mesma festa para economizar uns trocados.

Uma equipe internacional hoje teria funções que incluem ainda o acesso via stargates a regiões ainda mais distantes do sistema solar e de Brasília, é claro... Ninguém agüenta aqueles repteis do planalto central.

Entre muitos pontos em comum, nos textos de Däniken e Sitchin, um em particular chama a atenção: Os dois autores afirmam que no processo de exploração do nosso sistema solar, os Anunnaki teriam construído bases de operações em Marte e nas suas luas

Essas bases teriam servido de "escalas" até Nibiru, durante o período de transporte do ouro extraído aqui e além da mineração na Terra. Sendo assim, Sitchin argumenta que essas bases teriam servido de refúgio para os extraterrestres durante os anos pós-diluvianos, quando as coisas ficavam tensas por aqui.

"Quando os pássaros caem do céu e os animais estão morrendo, uma nova tribo de pessoas que virão para a terra de muitas cores, classes, credos, que pelas suas ações e obras devem fazer a terra verde novamente. Eles serão conhecidos como os guerreiros do arco-íris."
Profecia Hopi

Compreensão das implicações do
contato extraterrestre com Humanos

Um dos relatórios divulgados pelo MOD do Reino Unido em julho de 2010 indica que o primeiro-ministro Winston Churchill tinha acordado com o general Eisenhower para encobrir encontros íntimos entre aviões militares e OVNIs durante a guerra, no interesse da segurança nacional e a estabilidade social. 

Churchill estava preocupado que a religião poderia ser fatalmente prejudicada no quesito investigação como resultado da divulgação pública desses encontros.

Fico pensando como a ciência moderna aceita a idéia do cosmo sendo feito em 6 dias por um “Deus” que reserva um dia “para descanso”... Isso é piada pronta, só pode...

Se comparado com relatos das teorias milenares das civilizações antigas como os mitos das Índias, China, África ou até da Américas do Sul, podemos avaliar o retrocesso intelectual adotado após a ciência contemporânea do cristianismo.

Os achados arqueológicos e a decifração dos textos sumérios, babilônicos, assírios e outros textos antigos e contos épicos, progressivamente confirmam a precisão das referências bíblicas à reinos, cidades, governos e culturas na antiguidade.

Não há mais dúvidas de que os Nefilins foram os visitantes da Terra, vindos do céu, num passado distante. Os relatos das civilizações antigas estão repletos de referências a seres de tamanho gigantesco, força descomunal e portadores de tecnologias avançadíssimas, participando direta ou indiretamente nas sociedades humanas.

Sitchin afirma que, segundo os sumérios, a estatura média dos Anunnaki é de 3,5 a 4m atingindo até 7m e que seus descendentes titãs mantiveram esse nível.

As civilizações reerguidas na Mesopotâmia fizeram várias citações aos Anunnaki e a mais peculiar é a que deu base para a referência bíblica dos "Nefilins, os anjos caídos”!

Se os governantes assumirem a existência de Nibiru,
(o planeta que os astrônomos de hoje chamam de planeta X)
então... os Anunnaki existem!

Se confirmada a existência de Nibiru não seria apenas a presença de mais um planeta em nosso sistema solar, mas comprovação que textos antigos estavam certos em afirmar que esse astro passa pela vizinhança a cada 3.600 anos terrestres! Isso equivaleria a um ano Anunnaki.

Mitologia indígena e histórias orientais entre outras em que descrevem com riqueza de detalhes a descida de naves, barcos celestes são sumariamente ignoradas pela “ciência moderna”, dando a elas uma visão de crendice, mitos, metáforas que justificam ou descrevem uma “realidade” fora do senso comum da nossa era.

E por que essa atitude? Seria porque os governos teriam que explicar seus “acordos” com esses seres? Teriam que explicar que a religião é um programa de amnésia? Teriam que explicar que tudo aquilo que as escolas pregam está errado, incompleto ou inconcebível como arma de nos manter “calmos e ignorantes diante do próximo dilúvio?” “Ovelhas pacatas que devem seguir o rebanho?”

Precisamos de um Noé?!!

O pesquisador Come Carpentier nos diz: “a Índia antiga era muito familiarizada com a vida e tecnologia extraterrestres” 

Na verdade, ele revela textos históricos sânscritos que demonstram o quão extensivamente contatos extraterrestres influenciaram a civilização antiga da Índia védica.

Existem muitas raças visitando este planeta não é de agora; muitas delas, raças puras, genuínas, extraterrestres de outros planetas, mas a grande maioria está aqui, bem pertinho de nós, convivendo com a gente, passando por você na calçada ou no metrô.

Números que já foram reportados sobre a presença ET variam, mas dizem que são conhecidos 57 tipos de seres não-humanos, mas a lista é grande.

Eles têm os mesmos problemas que nós em uma série de eventos diários, mas basicamente levam suas existências seguindo o que acreditam, e se acreditam que os humanos reais são uma praga no bairro... Farão com os humanos o mesmo que humanos fazem com os vizinhos de “outras raças e credos” diferentes na vizinhança...

Acompanhando esse argumento, Rupert Sheldrake argumenta que todas as espécies criam Campos mórficos, - padrões baseados em experiências acumuladas que possuem um efeito sobre os comportamentos, atitudes e habilidades nos membros subseqüentes da mesma espécie - o que influência os outros a encontrarem as mesmas situações no mesmo tempo ou adiante.

A partir da confirmação da existência desses estranhos seres e de outras “percepções de realidade”, nossa visão de mundo sofrerá uma drástica e radical mudança de paradigma, revisando e retificando tudo aquilo que foi ensinado nos livros populares todos esses anos.

Nossa identidade histórica sofrerá uma nova configuração além dos nossos “direitos e deveres” como seres habitantes do mesmo espaço físico. Teremos que separar e identificar quem é a caça e quem é o caçador. A presa e predador.

Uma nova formação nas interações humano-Alien deverá ocorrer, assim como novas estruturas de percepção devem ser utilizadas para expandir a nossa compreensão bem como o impacto sobre a condição humana.

Os mundos paralelos estão em constante contato com o nosso, porque, ao contrário de nós, a maioria dos seus habitantes está ciente da nossa existência, podem observar-nos e certamente invadir nosso espaço-tempo, geralmente "abaixo do radar" da nossa percepção consciente.

No entanto, certos seres humanos também podem aderir a esses outros mundos, quer devido aos dons e poderes especiais ou através da formação psíquica e espiritual intensiva, que violam as regras desse jogo científico, criado na época do Iluminismo.

As tecnologias que nos foram “dadas” por barganha resultaram na supressão de nossas habilidades “chamadas de paranormais”. Os progressos realizados nessas áreas tecnológicas denotam um substituto imperfeito para os poderes perdidos e habilidades de nossos antepassados ​​ neste planeta ou nessa realidade.

A alegação de que os ETs se originaram em uma cultura altamente evoluída nos dá uma pista sobre nosso futuro, pois eles perderam o link espiritual em meio às técnicas cognitivas que encontra eco nas palavras de Platão, que descreve a invenção da escrita como um efeito da perda da sabedoria primordial.

Nossa cultura "física" roubou nossos meios extra-sensoriais de percepção. Os meios materiais para a transmissão de conhecimento para fins de registro, como escrever, gravar, filmar em películas, não eram necessários em épocas anteriores.

A telepatia como comunicação e memorização foram muitos métodos superiores para a aquisição e preservação da informação e, sobretudo, sabedoria e consciência de seus potencias. Uma forma muito difícil de ser violada, manipulada por agentes externos.

A consciência ainda é um fator que pode realmente afetar eventos de escala maior.

Campos mórficos são tão poderosos e influentes apesar de invisíveis; e a ressonância mórfica também é submissa à força do pensamento.

A relevância aqui é que os humanos podem conscientemente criar Campos Mórficos pelo qual, um pequeno grupo, positivamente e poderosamente focado, pode gradualmente mudar o mundo – a percepção de sua “realidade”.

A manifestação e conhecimento da presença de estranhos seres híbridos de outras galáxias entre nós é parte da evolução – um colapso natural de todas as certezas desse mundo estupidamente moderno.

Um contato com ETs poderia constituir uma parte sensível do tecido de uma outra realidade – encerrado esse ciclo e dando início a outra dimensão de percepção.  

Se os donos da Terra estão chegando para tomar de algumas almas para dar continuidade a suas agendas, temos que nos preparar, fortalecer tanto o corpo físico quanto espiritual, certos de que também temos nossas agendas e elas trilham um caminho sereno, pacífico e livre de enganos onde a comunicação dos seres privilegia a unidade sem medo do além, do tempo e espaço...

Pense nisso.
laura botelho











meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos