Google

Translate my page Google

4 de ago de 2011

A explicação que vem do céu



Alguns pensadores modernos, como Carl Jung acreditavam nos poderes descritivos sobre a mente com base nas informações ditas, “esotéricas”.

Jung descreveu a astrologia nos seguintes termos:

"Como todos sabemos, a ciência começou com as estrelas, e da humanidade descobriu neles os dominantes do inconsciente, os "deuses", bem como as qualidades psicológicas curiosas do Zodíaco: a completa projetada teoria do caráter humano

Assim, alguns consideram a astrologia como uma forma de aprender sobre si mesmos. Cada vez mais, psicólogos e historiadores tornaram-se interessados ​​na teoria de Jung da fundamentalidade dos arquétipos na mente humana e sua correlação com os símbolos do horóscopo.

E por falar em horóscopo a palavra latina horoscopus, em última análise, a partir de grego horoskopos, é literalmente traduzido como "observador da hora” “do tempo”.

O termo substantivo para "horóscopos" tem sido usado desde o século 17 no sentido de "ascendente" ou “observação do ascendente" em uso desde Ptolomeu...

Observar as horas???

Atenção –
século XVII – nascimento dos Illuminatis. Percebam as mudanças no sentido original das palavras. Eles distorceram tudo para que não possamos ver.

Essa prática de dar outro conceito para o mesmo significante vem ao longo da história nos últimos 800 anos. Uma forma de encobrir a realidade dos fatos, ou pelo menos a versão original do símbolo gráfico.

Muitas palavras encobrem informações preciosas que facilitariam os links para juntarmos os pontinhos.

Influenza - Século XV palavra italiana que significa "influência", termo usado pelos médicos na idade média para expressar a crença de que a peste seria fruto da INFLUENCIA das “estrelas” - sobre a ocorrência de epidemias na Terra.

A palavra "desastre" - dis’aster – deriva do Médio francês desastre que por sua vez do grego pejorativo prefixo (dus) "mau" + (aster) "estrela".

A raiz da palavra ("estrela má" em grego) vem do tema astrológico em que os antigos usavam para se referir à destruição como causa advinda de um astro.

Desejo
Etimologia: do francês antigo desejante, que veio do latim desiderare, "a desejar, a esperar", a partir da frase de sidere, "das estrelas", a partir Sidus, e Sideris (a forma genitivo), "corpo celeste, estrela, constelação" - o sentido original, possivelmente, seria "espere que as estrelas vão trazer".

Muitos escritores, nomeadamente Geoffrey Chaucer e William Shakespeare usaram o simbolismo astrológico para adicionar sutileza e nuances com a descrição da motivação de seus personagens. De fato, muitas passagens dos poetas Ingleses mais antigos, são ininteligíveis sem algum conhecimento sobre astrologia.

O uso da metáfora é essencial
para a transmissão de informação

Considerar – “Pensar cuidadosamente sobre alguma coisa” - essa é a nossa interpretação sobre essa palavra/símbolo.

Etimologia: considerer francês antigo, do latim considerare, "olhar para perto, para observar", a partir de "com" + Sidus / Sideris," - constelação". O que literalmente significa = "para observar as estrelas".

Considere essa idéia... ela lhe dará mais e mais conhecimento.

O termo tsunami vem do japonês significando tsu (porto) e nami (onda).
O termo foi criado por pescadores que, vindo da pesca, encontraram o porto devastado, ainda que não tenham visto nem observado a onda no alto mar. 

Os milhares de portugueses que sobreviveram ao grande terremoto de Lisboa de 1755 foram mortos por um tsunami que se seguiu poucos minutos depois.

Antes da grande onda atingir o cais, as águas do porto retrocederam, revelando carregamentos perdidos e naufrágios abandonados.

De olho no Cumbre Vieja

Cumbre Vieja é o mais movimentado vulcão das Ilhas Canárias, e um dos mais movimentados do mundo.

Nos últimos 5 séculos irrompeu 7 vezes, a última das quais ocorreu em 1949, formando uma falha ao longo da crista do vulcão que deslocou seu lado oeste até o mar. Isto sugere que a divisão que ameaça um dos flancos do Cumbre Vieja poderia ser bastante profundo.

Em 2001 cientistas previram que uma futura erupção do instável vulcão poderia causar um imenso deslizamento de terra para dentro do mar.

Nesse potencial deslizamento de terra, (provavelmente a metade oeste da ilha pesando cerca de 500 bilhões de toneladas) iria catastroficamente deslizar para dentro do oceano.

EuroNews - mapa do tempo ???
Esse deslizamento causaria uma megatsunami de 100 metros de altura que devastaria a costa da África – mais adiante viajaria através do Atlântico cerca de 9 horas, produzindo uma onda menor de 30-70 metros de altura em toda a costa leste dos os EUA que implicaria a cobertura das cidades de Boston a Miami e Caribe e cidades litorâneas.

Entre 9 e 12 horas após o colapso em La Palma, ondas gigantes atravessariam 6 mil quilômetros de oceano para no litoral do Brasil.

"Quando uma onda dessas chegar, outras virão em intervalos de 10 a 15 minutos". 

"É como uma enorme parede de água que só continua vindo." disse Prof. McGuire

Bill McGuire é diretor do Benfield Grieg Hazard Research Center University College London.

Não é uma questão de se isso vai acontecer,
mas quando isso vai acontecer, só precisa de um “motivo”.

A última erupção do vulcão C. Vieja em 1949 fez o seu flanco ocidental altamente instável deixando uma próxima erupção a faísca que faltava para a separação desse monte de terra ainda instável

Num primeiro momento e uma previsão otimista, cerca de 100 milhões de pessoas seriam afetadas diretamente (mortas), sem contar com o impacto pós tsunami – doenças, ferimentos graves, fome e guerras internas pela disputa de sobrevivência.

O periélio (mais próximo do sol) do Elenin é no início de setembro de 2011, a uma distância do sol de 40-45 milhões de quilômetros

E mais próximo da Terra por volta de 16 de outubro, a uma distância cerca de 21 milhões de quilômetros.

ELENIN – Vulgo NIBIRU
. "Quando a estrela azul Kachina fizer a sua aparição nos céus,
o Quinto Mundo irá surgir".
Hopi - profecia


Barack Obama faz 50 anos 4 / 8 – viva o Rei Leão!
Cada signo é regido por um corpo astronômico, normalmente um planeta. Mas o signo de Leão é o único sinal a ser governado por uma estrela. Essa estrela é o nosso SOL.

Em 16 de Junho de 2010 a NASA avaliou os riscos para as nave espaciais colocadas em orbita por conta de uma chuva de meteoros denominada Draconid 2011.

Essa tempestade de rochas pequenas caindo do céu poderá ter a duração de 7 horas  e fazer muito estrago aqui embaixo...

Já se preparando para esse evento a NASA tirou de circulação a tripulação da Estação Espacial Internacional.

Ah... vai...Você acreditou mesmo naquela história de “aposentadoria” da Atlantis? Eles já estão se mexendo para tirar os aviões do ar!!

Modelos de previsão atuais dessa “chuva” de meteoros sugerem a data de 8 de outubro de 2011 para o início do espetáculo, de acordo com William Cooke, NASA Space Flight Center em Huntsville, Alabama

Nosso sistema solar é cercado por uma série de corpos gelados chamado nuvem de Oort. Esta é uma nuvem de cometas, que se acredita estarem a uma distância de quase um ano a luz do sol.

Nuvem de Oort foi nomeada após astrônomo holandês Jan Oort Hendric quando em 1950 concluiu que o local de origem é uma vasta nuvem de cometas a uma distância de 50 mil unidades astronômicas do Sol - praticamente toda a fronteira gravitacional no sistema solar.

Nibiru/Elenin/Tyche/Horcolubus/Nemesis/Marduk/Eris ou seja lá o nome que queira dar...


Pelos cálculos, é 3 a 5 vezes maior ou mais do que Júpiter, que é o maior planeta do nosso sistema solar.

A base para essa afirmativa é que esse corpo celeste foi classificado como um planeta anã marrom. A maioria dos astrônomos classificará qualquer objeto entre 15 e 75 vezes a massa de Júpiter como uma anã marrom, logo...

Meu amigo... seja lá o que está vindo em nossa direção é grande paca!
E se você ainda acredita que nada pode acontecer com essa aproximação... é sinal que você não entende nada de “aproximação”!!

Energia! Esse objeto é pura energia e a cada dia ele mais e mais chega perto do SOL... e nosso planeta sofrerá conseqüências dramáticas.

Por falar em drama, quem assistiu o filme - IMPACTO PROFUNDO1997 levanta a mão!

13 anos atrás “eles” já nos prepararam para o tal “impacto”.

Sabemos que a 7ª arte é uma ferramenta que transporta uma provável informação futura, mas ultimamente ela se tornou tão atual que chega dar embrulho no estomago quando observamos que não há nada que nos foi mostrado até agora que já não teria sido previsto, agendado, com “larga” antecedência pelos negativos de plantão.

Vejamos:

A história gira em torno da observação e confirmação da aproximação de um cometa ameaçando a humanidade de extinção.

Uma “solução” fantástica: Uma equipe de astronautas vai até o cometa (não, esse filme que você que está pensando, é outro) a fim de explodi-lo, mas nesse filme a coisa não dá certo... (o que deu certo foi no outro filme)

O presidente dos Estados Unidos da América era NEGRO (há 13 anos atrás?) (Morgan Freeman) – o mesmo ator que fez DEUS em “O Todo poderoso” – 2003 – (Gente... pura coincidência...) – anuncia que trará para “casa” seus soldados, para que pudessem passar seus últimos momentos com as famílias.

O “descobridor” no filme do tal cometa chamava-se LEO. Muito parecido com o LEOnid ELEnin, mas isso é pura coincidência...

No filme, (não na realidade) o presidente negro tinha um problema sério de crise orçamentária para resolver no país, mas com certeza teve grana suficiente para cavar buracos no chão (bunker) para salvar algumas “espécies” de Homo Sapien da tragédia iminente.

No filme, (não na vida real), o presidente negro avisa que o impacto do cometa com a Terra será no dia 16 de agosto...

Bom... existe uma norma de segurança que indica que há a necessidade de começar a montar acampamento 2 horas antes do cair da noite.
Mas como saber quantas horas de luz restam no meio do nada?

Ah... que saudades do relógio digital e da novela das 6h...

Estique o braço e conte os dedos que há entre o sol e o horizonte; cada dedo equivale a 15 minutos, ou seja, cada mão equivale a uma hora. No exemplo da imagem, restam ao campista 2 horas (cabem duas mãos) para que a noite caia, de modo que é este o momento exato para começar a preparar o refúgio.

Essa foi a minha dica de hoje. Fique de olho nas estrelas e faça um pedido, pois vamos precisar...

laura botelho

meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos